É engraçado ver como as coisas andaram mudando aqui ao longo de 4 anos. É engraçado também ver como até mesmo a retrospectiva semanal mudou. Era casual, depois virou obrigatória, mas aleatório. Agora é 100% obrigatória. Às vezes eu postava os links e fazia um comentário geral e curto, outras vezes eu postava os links e fazia comentários para cada link, uma loucura que eu não pretendo repetir. Agora virou um espaço neutro para comentar a semana e o que vier na cabeça, é tipo aqueles editoriais nos começos das revistas, sabe?

Acho divertido. Foi uma mudança completamente expontânea e positiva, a retrospectiva semanal deixou de ser um filler e virou uma seção com cara própria.

Já estou começando a me cobrar por ainda não ter trazido as resenhas prometidas... Culpa da mistura fatal de burrice e procrastinação que gera um bloqueio que me afeta não é de hoje. Luto contra isso há pelo menos 1 ano, eu arrisco o chute. Até já comentei sobre o assunto várias vezes aqui no blog, mas enfim. Matar quem te mata, né? Uma hora a situação se resolve.

No giro dos posts ficam como destaques a estreia diva de Anette Olzon no Tähdet, Tähdet -um programa que mal começou e já é o meu favorito- cantando nada menos que Backstreet Boys. O Cover de Quinta com a fantástica versão do Jorn para "Rock And Roll Children" que se você nunca ouviu, sua vida está incompleta. E claro, o mega especial dedicado ao Dia Internaconal da Mulher onde é claro que eu abri o coração para celebrar a vida e a história (resumida, senão seriam 10 posts) da lenda viva Doro Pesch.

Vamos vamos recordar a semana:

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.