No último sábado o mundo dos games perdeu uma figura importante e querida: Satoru Iwata, presidente da Nintendo, que faleceu aos 55 anos após perder a luta contra um câncer no duto biliar. Há dias eu tinha o Game & Música 17 nos planos, texto pronto, mas dada essa notícia tão triste, mudei tudo e quero fazer essa homenagem ao cara que muito antes de ser presidente da Big N, já trabalhava como programador de jogos.

Sim! Iwata juntou-se à Nintendo em 2000 e assumiu a presidência em 2002, mas desde a década de 80 ele trabalhou na HAL Laboratory, desenvolvedora de games afiliada à Nintendo. Lá, ele ajudou a dar vida "apenas" a: Super Smash Bros (Nintendo 64), EarthBound (SNES), Balloon Fight (NES), Pokemon Gold/Silver (GameBoy Color), Pokémon Stadium (Nintendo 64), e a vários jogos da franquia Kirby.

(PS: há algum tempo eu fiz um Game & Música com uma das músicas de "Crystal Shards")

Ou seja: Satoru Iwata foi um dos heróis da sua infância, mesmo que você só tenha descoberto depois. Ou agora. Incluindo da minha, porque que como você sabe, a maluca que vos fala é fã incondicional de Pokémon.

Dito isso, a gente fica não só com 1 música, mas com a trilha sonora completa de Pokémon Stadium, foi lançado em 1999 no Japão e não tinha história, característica que eu ainda acho deveras interessante e diferente da proposta que Pokémon sempre teve. A única forma de fazer progresso no jogo é vencendo "Copas" no Stadium, além do castelo do Líder de ginásio. Ao vencer todas as Copas, Mewtwo aparece nos céus do Stadium. Vencendo ele você desbloqueia o Round 2, muito mais difícil, onde você refaz todo o processo para poder completar o game.

E também sempre tiveram os minigames, muito populares. Eu nunca fui muito interessada no modo Stadium, jogava de vez em quando. Sempre preferi o modo Free Battle, pra ir direto ao ponto e gastar 15, 20, minutos pensando na equipe perfeita, já que no Stadium você não precisa capturar nenhum Pokémon, risos.

Mas então... É isso. Que nós possamos respeitar a memória de Satoru Iwata e por que não, da melhor forma: lembrando as coisas boas que ele deixou para a história dos videogames:



Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.