Listão de lançamentos: assista aos vídeos do Amorphis, Unleash The Archers e mais


Eae. O Listão está saindo hoje um pouco por motivos de força maior, porque como sempre me faltou tempo no final de semana. A outra parte é porque eu queria começar a semana com alguma coisa bem legal, pois o site vai passar por umas mudanças começando por hoje. Mas não é nada sério ou grave, não precisa se preocupar. É que os meus horários vão mudar razoavelmente. Terça a gente fala disso com mais calma no Vale a pena ler de novo.

Por enquanto, vamos musicar:

Riverside
A banda recentemente passou pelo Listão com a ótima Discard Your Fear, e agora que eles soltaram o teaser do novo álbum é claro que voltariam a aparecer no post. Se você não conhece, é dessas bandas pra ficar de olho e ouvidos (principalmente).


Unleash The Archers
É o segundo clipe da banda que eu posto, já tenho ouvido o álbum Time Stands Still, que é perfeito. O Unleash The Archers é de longe uma das melhores bandas de 2015, uma das mais gratas descobertas que eu fiz e uma das bandas mais promissoras. D-e-s-a-f-i-o você não ser vítima de amor a primeira ouvida. Veja Tonight We Ride também.


Lynyrd Skynyrd
Eu sei que critico o excesso de devoção às bandas clássicas vs preconceito com as novas, mas eu não sou tão pirada assim. Sei dar crédito onde é merecido, e quem conhece um pouco do southern rock americano sabe o quanto Free Bird é incrível e emocionante. Quem não conhece, eu conto a história resumida:

A música foi lançada em 1974, e em 1977 o avião da banda -apelidado de "Free Bird- que viajava com os integrantes da época, equipe e 2 tripulantes sofreu um grave acidente que parte da banda. Daí a música acabou ganhando um peso emocional extra, e é basicamente dividida entre a primeira metade emotiva, e a segunda metade cheia de solos de guitarra empolgantes e sensacionais.


Royal Hunt
Outra pérola melódica da Frontiers Records, cujo primeiro minuto é sensacional! Mesmo. E o andamento da música fica melhor ainda, fiquei deveras impressionada. A música é grudenta, bem construída, com teclados que roubam 500% da cena e você agradece por isso porque eles ficaram imensos. O vocal também se encaixou muito bem, adorei. Perfeito para começar a segunda-feira no pique.



Blackmore's Night
O Listão é assim: uma viagem de sons. Saindo do épico-melódico do Royal Hunt, hora do excelente folk do Blackmore's Night com o primeiro single do novo álbum, All Our Yesterdays, que você pode ler mais informações aqui. Uma música difícil de ouvi e ficar indiferente, mesmo que o folk não seja a sua praia. Candice Night solta a voz de uma forma totalmente envolvente.


Metal Allegiance
Tal como o nome sugere é, o projeto é uma união de vocalistas e músicos, mas de backgrounds razoavelmente diferentes. No caso dessa música nós temos: Chuck Billy (vocais), Alex Skolnick (guitarras), David Ellefson (baixo), Mike Portnoy (bateria), Phil Demmel e Andreas Kisser (guitarras adicionais). Gente pacas, concordo. E pense que o projeto ainda tem Phil Anselmo (Pantera), Cristina Scabbia (Lacuna Coil) e Alissa White-Gluz (Arch Enemy). Eita define.


Kataklysm
Os caras continuam soltando teasers e previews para dar e vender. Inventaram essa ideia maluca de lançar 10 vídeos conceituais, 1 para cada uma das 10 faixas, e isso eu definitivamente vou acompanhar (já tenho acompanhado se você pesquisar os Listões anteriores). Como é um teaser, não espere muita informação, embora o que eles mostram já deixa um pulga de curiosidade.


Amorphis
Tal como eu já tinha dito aqui, em setembro o Amorphis lança o álbum Under The Red Cloud, e o primeiro single é bem, bem interessante mesmo. Melódico, refrão bem cadenciado, com aquela aura de melancolia famosa da banda, mesmo que em segundo plano. A melodia é "mística" pela presença de certos elementos, e sempre é uma alegria ouvir os guturais e a voz limpa do versátil Tomi Joutsen. Resultado sólido.


Lamb of God
Você viu que a última música lançada pelo Lamb of God me deixou, muito, muito animada. Pudera. O single da vez, entretanto, não falha em produzir bastante groove para embalar um refrão marcante, com todos os elementos do som da banda e uma quebra de tempo aos 03:10mins, essa cedendo terreno para Chino Moreno, vocalista do Deftones. Juntando as peças do que a banda divulgou até agora, o álbum parece bem interessante.


Bullet For My Valentine
Do fundo do meu coração.. Eu tenho tentado dar uma chance a banda e ao novo álbum, mas a cada single que sai eu fico mais dividida e meh em matéria de querer ouvir o Venom. A música não é ruim, a bateria veloz até impressiona, mas foi só isso que me chamou a atenção. No geral achei a sonoridade meio "oca", tendo em vista da energia que o Bullet For My Valentine transmitia em outros álbuns. 


Gus G.
E se o "Bullet" falhou em me convencer, eis um cara que eu gosto bastante, que sempre me ofereceu "alguma coisa para mastigar" em matéria de som. Afinal, se você vira o guitarrista do Ozzy Osbourne, depois de um trabalho já muito bom com o Firewind, é porque alguma qualidade você tem, RISOS. O instrumental é parte do segundo álbum solo do guitarrista, que vai ter a participação da Elize Ryd (Amaranthe), e por isso virou must pra maluca que vos fala. (ao menos essa faixa)


Atreyu
O Listão encerra com uma curiosidade, porque acho engraçado ver o amor e ódio dos gringos pela banda, afinal só para variar fico no meio termo; reconheço que os caras tem músicas legais, e umas bem nhé, feito o cover de You Give Love a Bad Name (Bon Jovi), que é pavoroso. Long Live, entretanto, é positivamente ok. Vai ver é por causa da razoável semelhança com Pinball Map, do In Flames, banda que no momento é a favorita da maluca aqui.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.