Oi, eu sou o Waka! Hoje invadindo a sessão para comentarmos sobre um dos fenômenos em terras brasileiras, que é a série Dragon Ball (especialmente a Z). No último final de semana, foi ao ar uma nova animação da série, entitulada Dragon Ball Super, no qual fiz um breve review do episódio. Naquele momento, eu apenas citeis os acontecimentos sem que a emoção interferisse. Hoje chegou a hora!

Um pouco de história

Dragon Ball (ドラゴンボール , Doragon Bōru) foi criado em 1984 pelo mangaká Akira Toriyama, publicado em 41 volumes na Weekly Shonen Jump. A obra foi criada misturando diversos elementos, indo fundo na obra chinesa Viagem ao Oeste. O mundo da série mistura tudo que vinha a mente do autor e como podemos ver, continha seres-humanos, alienígenas, máquinas futurísticas, dinossauros, e toda loucura pensada.

O centro de toda história é o jovem Son Goku, um menino que possui uma causa de macaco e força fora do normal para uma criança e até mesmo adultos. Ele foi criado por um senhor chamado Son Gohan, que morreu misteriosamente em uma noite de lua cheia. O jovem Goku nunca soube exatamente o que aconteceu, ou sequer consegue recordar de tal dia.
Akira criou Goku baseado no personagem Tanton, de outra obra sua chamada Dragon Boy. O personagem possuía um par de asas, detalhe que Goku não recebeu devido a sua outra inspiração: Sun Wukong. Para dizer que a ideia era original, Toriyama decidiu deixar apenas a cauda de macaco, visto que Wukong era um homem macaco praticamente. As roupas de Goku foram inspiradas nos monges shaolins, enquanto seu nome, foi a pronuncia japonesa similar, ao nome de Sun Wukong em japonês. Inicial ele foi criado para ser um humano com cauda, mais tarde as coisas mudaram.

Um belo dia, uma jovem chamada Bulma chegou até a casa de Goku atrás da Esfera do Dragão que ele possuía. A partir desse momento, a narrativa começa a ser explicada e vamos conhecendo os outros personagens. O objetivo dos jovens são dois: reunir todas as sete Esferas do Dragão para realizar um desejo, enquanto Goku deseja ser cada vez mais forte.

Ao longo da saga de Dragon Ball, nós acompanhamos a vida de Goku até sua fase adulta, inclusive seu casamento com Chi-Chi, a única pessoa no mundo que coloca medo nele. Nesse perído surgem personagens como Yamcha, Pual, Olong, Kuririn, Mestre Kame, Piccolo, Kami-Sama, Mestre Karin, Tao Pai-Pai, Arale, Android 8, a organização Red Ribbon e muito mais.


Quando a saga de Dragon Ball termina, começa Dragon Ball Z. A série joga para alto muitas das coisas que aprendemos na série anterior. Tudo começa com Raditts chegando na Terra para destruí-la, pois seu irmão Kakarotto não o fez quando criança. Sim, o irmão do invasor é Son Goku, o herói da Terra. Nesse momento descobrimos que Goku não é um ser humano e sim um Saiyajin. Raça guerreira detentora de grande força, cauda de macaco e que na lua cheia se transforma em Oozaro (macaco gigante).

Chegou com tudo
Com esse parágrafo a vida inteira de Goku sofreu uma reviravolta, enquanto outras coisas foram tendo sentido. Combinando força com Piccolo, eles conseguem derrotar radittz mas ao custo de Goku ser sacrificado. Sabendo que dentro de um ano, outros dois guerreiros muito mais poderosos chegariam a Terra, Piccolo se encarrega de treinar Son Gohan, o filho de Goku.

O que vem a seguir é história e todos, ou a maioria de nós, conhecemos. Nasce a rivalidade Goku vs Vegeta, o príncipe orgulhoso da raça. Depois temos o combate contra Freeza no planeta Namekusei, que é a origem de Piccolo. Vemos Goku se transformar em Super Saiyajin, fato que até então era uma lenda e Vegeta acreditava ser o guerreiro lendário. Após a grandiosa batalha, ainda vemos Goku superando um problema cardíaco graças ao filho de Vegeta vindo do futuro, e encarar Perfect Cell e Majin Boo.

O fenômeno Dragon Ball Z

A série Z foi tão forte no Brasil, que pegou em cheio a molecada da chamada Geração PlayStation de futebol. Era curioso como muitos acreditavam que DBZ era a origem de tudo, enquanto os nascidos na década de 1980, cresceram com Dragon Ball passando nas manhãs de Sábado no SBT.


Contribuiu para a popularidade da série o fato dela ser repleta de lutas exageradas, e sempre que ia "dar ruim", Goku superava um novo nível de Super Saiyjin. E lógico, as crianças pira no SSJ. Não bastasse a primeira transformação, existiam diversas e você foi inocente se caiu no drible de quatro versões de SSJ, contando a saga GT.

O nível de poder do Super Saiyajin cresce monstruosamente e a cada batalha, quando se recupera dos ferimentos, sua força e poder de luta aumentam. Na série vemos Goku alcançar diverso níveis como SSJ, SSJ2, SSJ Full Power, SSJ3 e SSJ4. Existem diversos níveis intermediários dentre as transformações 1, 2 e 3. Um exemplo é na batalha contra Perfect Cell. Vegeta se auto intitula Super Vegeta. Podemos notar que seu corpo está muito maior, e o cabelo com número maior de mechas, é o chamado Super Saiyajin Full Power. Nesse momento ele é mais forte que um SSJ2, porém mais lento. No mesmo período, vemos Goku de forma igual, porém, este abdica da força extra, para ficar como SSJ2 e utilizar uma velocidade maior.

Cada transformação, também significava um inimigo mais forte e esses também se popularizaram.Conhecemos Freeza, que até sua aparição era o guerreiro mais poderoso do universo e temia apenas que um dia, o Super Saiyajin ganhasse vida. Inicialmente o temor dele era Bardock, o único da raça que encarou Freeza sem medo, mesmo sabendo que sua força não era capaz de dar o mínimo de trabalho a Freeza, mas o suficiente para virar um pesadelo para o mesmo. Bardock é pai de Goku.

Após Freeza, temos o início do chamado The Cell's Game. A corporação Red Ribbon desenvolveu androides muito mais poderosos que os da época de Dragon Ball. Os destaques vão para os "irmãos" Nº17 e Nº18, além do Nº16 cujo único proposito é eliminar Goku. Um experimento do Dr. Gero ganha vida, chamado de Cell. Esse androide possui a capacidade de fusão aos androides 17 e 18, para assumir sua forma perfeita. Ele foi gerado a partir das células de diversos guerreiros, e isso explica o porque dele possuir praticamente o golpe de cada que apareceu na série.

Finalizando a Saga Z, temos o maior adversários dos guerreiros até então: Majin Boo. O vilão apareceu em uma forma gorda sem impor muito respeito, mas com um poder incrível. Quando foi tomado na fúria, esta ganhou vida e fundiu o gordinho a sí, tornando-se ainda mais forte. Se isso foi pouco, Majin Boo conseguiu fundir alguns guerreiros Z ao seu corpo.

O vilão chegou em um nível tão absurdo de poder, que foi necessários surgir os guerreiros de fusão: Vegeto (através dos brincos Potala, uma fusão eterna) que fundiu Vegeta e Goku, e o jovem Gotenks fundindo Goten (filho mais novo de Goku) e Trunks através da dança Metamoru.

Dragon Ball Super, era necessário?


Quando Dragon Ball Z acabou, de fato era o fim das histórias. Como a saga toda era um fenomeno, Toriyama praticamente foi obrigado a realizar mais uma saga, e assim nasceu Dragon Ball GT, contando a história de Goku que voltou a ser criança, viajando pelo espaço junto de Trunks e de sua neta Pan. Os destaques da fraca série é a transformação em Super Saiyajin 4 de Goku, os vilões Baby e Shin Shen Long.

Graças ao último, Bulma desenvolveu uma arma que tornou Vegeta capaz dele se transformar em SSJ4, visto que o mesmo não possuía mais a sua cauda, condição primaria para a nova transformação.

Quando Dragon Ball Super começou, vemos Goku fazendeiro, fugindo de qualquer coisa envolvida com batalhas e treinos, devido a ordem de Chi-Chi. Cronologicamente, a história mostra que exibirá os eventos entre o final da luta contra Majin Boo, e tudo que teoricamente acontece em GT, visto que o anime parece ter como proposito que nós esqueçamos a existência da saga espacial.

Sendo apenas criação de terreno para as lutas contra Bills e o retorno de Freeza, DBS não se mostra necessário de fato, até o momento. É cedo para dizer algo, mas ligando tudo que temos, não vejo motivo de existir um anime de 100 episódios, apenas para conectá-los a filmes que até então, estavam "soltos" na cronologia pós-Majin Boo. Vamos esperar para que seja mais do que isso, e eu esteja errado.

Sobre Wakashimazu

Gamer de nascimento, guitarrista por insistência, se divide em três para dar conta de dominar o mundo da música, dos jogos e dos otakus, enquanto lida com a caixinha de surpresas chamada de vida. Pode ser encontrado no Last FM, na Live ou no fórum!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.