Eu não sou "Nintendista". Se a boa parte do meu apego com os videogames vem do passado, é porque eu sempre preferi as produções da Sega, uma das empresas mais burras do mercado. Que marcou a minha infância, felizmente. Porque nessa época ela ainda era digna da fama. E não que eu me considerava ou considere "Seguista". Eu entendo o valor dos rótulos, mas não curto abraçar alguns deles, porque não me acrescentam em nada... Eu sempre gostei de videogames, ponto.

Muitas rivalidades na indústria são criadas pelos fãs. Se as empresas embarcam nessa hype, ou criam, tenha em mente que o objetivo é único: vendas. Vide a explosão de vendas na estreia do Playstation 4 quando o console mal tinha títulos novos e/ou jogáveis. E é por essa visão do todo que mesmo gostando mais da Sega, eu sempre fui capaz de ver qualidades e gostar de "coisas" da Nintendo.

Já andam circulando comentários lamentáveis sobre a morte do presidente Satoru Iwata. Em nível internacional não sei dizer, mas dos brasileiros também não duvido porque convenhamos, o nosso comportamento é bem.. Bosta. Somos um dos públicos com o telhado mais de vidro que existe, e ainda assim vivemos jogando pedras no dos outros, reforçando a má fama brasileira na internet. Maldita internet.

Torcer "pela melhora da empresa agora que ele morreu" é boçal e insensível. Pode ser que melhore, pode ser que piore, mas será que ao menos uma vez na vida nós podemos tentar respeitar a morte de uma pessoa? Porque goste você ou não da Nintendo, mesmo ela não fazendo a melhor conferência do mundo na E3 2015, Iwata teve o seu valor.

Não estou idealizando o cara. Ele só fez o dever de casa, "mais do que a obrigação". Só que existem muitos presidentes que não fazem "mais do que as suas obrigações". Uma das coisas mais legais é como através dele a Nintendo reforçou a imagem de empresa, e peça da cultura popular pós-internet, onde três dos homens de frente -Satoru Iwata, Shigeru Miyamoto e Reggie Fils-Aimé- até incentivaram (mesmo indiretamente) a cultura do meme!

Imagina há alguns anos você viver essa realidade?

O meme supremo quando o assunto é o presidente da Nintendo

Sim, eu dei essa volta num assunto que não precisaria. Se nós fôssemos maduros o suficiente eu não precisaria, o que não é o caso. Uma morte é uma morte, e mesmo sendo de alguém fisicamente distante de você, precisa ser respeitada. Se for de alguém como Satoru Iwata então, que fisicamente estava distante, mas de alguma forma ele chegou ali, directly, to you, o respeito devia ser imediato. Tomem nota das palavras dessa fã, da Sega.

No giro das homenagens ao presidente falecido no último sábado, várias pessoas e empresas deixaram as suas homenagens nas redes sociais. Vou deixar aqui algumas:

(As bandeiras a meio mastro na sede da Nintendo)

(CEO da Razer)


(Estúdio criador do próximo Call of Duty)

(Diretor criativo da Naughty Dog)

(Designer dos Games Biohazard 2, Bayonetta e Devil May Cry)

(Vice presidente e diretor criativo da Humble Bundle)

(Notch, criador de Minecraft)

(Filha do ator Robbie Williams, grande fã da Nintendo)

E se você tiver um tempo eu recomendo esse artigo (em inglês), lá no Kotaku. Até vale a pena jogar o link num tradutor, a leitura é bem bacana.

No mais, .

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.