E lá vamos nós... Borderlands vai ganhar adaptação para os cinemas


Agora a moda é rebootar, remakear e adaptar. Assassin's Creed desembarca nos cinemas em 2016, a Nintendo agora considera levar suas franquias para as telonas, e muito me surpreendeu saber que Borderlands também entrou na roda! De acordo com o Variety, a Lionsgate está desenvolvendo um filme para o game junto com a Gearbox Software, com a produção de Ari Arad e seu pai, Avi Arad, que trabalhou em Homem de Ferro, O Espetacular Homem-Aranha e outros filmes de heróis.

“A Lionsgate vem como uma grande força criativa no mercado com um incrível portfólio de marcas; nossos parceiros na Gearbox criaram e cultivaram uma marca icônica, e Avi e Ari Arad são dois dos produtores de maior sucesso no que diz respeito a filmes de ação. Essa aliança é perfeita para criar um filme fenomenal que seja provocativo e satisfaça a legião de fãs de Borderlands, bem como aqueles que gostam de filmes”, disse Strauss Zelnick, executivo da Take-Two Interactive.

Dizem que a ideia da Lionsgate é aproveitar marcas com audiência estabelecida e criar filmes e séries baseados nelas. E isso é bom, porque olhando para trás, a companhia tem um excelente histórico com grandes produções: franquias feito Jogos Vorazes, Jogos Mortais, Os Mercenários (...) tiveram filmes produzidos pela Lionsgate. Então é, Borderlands está em boas mãos.

Não conhece a trama? Eu conto. Borderlands se passa num cenário futurista onde o jogador escolhe um dos 4 personagens entra uma espécie do "corrida do ouro", onde várias naves de colonização viajam para o planeta Pandora atrás de recursos mineiras. Depois de um tempo, os colonos descobrem que o lugar não é tão rico, e a população começa a sofrer ataques de piratas e a ameaça de uma raça de aliens antes adormecida. Com isso, a única esperança é recorrer à tecnologia militar que está escondida num bunker secreto, protegida por uma força misteriosa.

No game, a história pode ser compartilhada por vários jogadores a qualquer momento, ou seja, você pode começar uma partida sozinho(a) e outros três amigos podem se juntar a você (ou sair) em instantes, sem interrupções. Milhares de armas podem ser construídas (em torno de mais de meio milhão) devido a variedade de peças e itens disponíveis, e visuamente falando, o principal it de Borderlands é misturar um cenário digital com personagens cartunizados.

Eu digo que, mantendo esse it e explorando a tecnologia que nós temos atualmente, Borderlands tem tudo para ganhar um filme com o visual de Mad Max: Estrada da Fúria, e um pouquinho da bizarrice de MIB - Homens de Preto, dadas as criaturas que existem no game não serem exatamente normais. Ganham os fãs, ganha a Take-Two, ganha a Lionsgate. Quer melhor negócio?

Vou deixar o trailer do primeiro game pra você que não conhece (ou não lembra), assistir e conferir:



Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.