A semana do cansaço, da burrice e da reflexão.

Antes de tudo quero pedir desculpas por uma burrice. Na retrospectiva da semana passada eu incluí os posts do dia 03/08, sendo que eles eram para entrar na retrospectiva que começa agora, a prova de que correria não é de Deus. Ao menos eu sei que foi um erro com a melhor das intenções, afinal, semana sem retrô não dá. Hoje os posts estão 100% a prova de burrice, pois eu conferi o calendário da parede 2 vezes.

Vocês têm gostado do atual modelo de postagem do site? Pensei nele pra ter um encaixe mínimo com o meu ainda reduzido tempo, muito porque eu precisei deixar de ser orgulhosa e admitir que não dá para escrever na quantidade que eu quero o tempo todo, tudo porque, redundância incluída, é disso que eu preciso disso: mais tempo. Ou pessoas que me ajudem no site, a sonhada equipe que eu nunca tive, o que me deixa infinitamente frustrada.

(Se eu fosse Nick Fury, parece que nem os Vingadores eu conseguiria reunir *risos tristes*)

Gosto da forma "artesanal" como as coisas acontecem aqui, mas ao mesmo tempo ela é o calcanhar de Aquiles do site, pois exige o tempo que muitas vezes eu não tenho, seja porque um problema familiar me cansou, ou simplemente, mau humor. Porque sim, galera, eu tenho problemas. Então tenho tentado ser mais informativa do que escrever para mudar o mundo, salvo nos finais de semana que, quando surge uma brecha, eu posso escrever com mais calma.

Mas sem uma noite de aula cancelada (feito hoje), ou uma ou duas pessoas me ajudando, eu preciso improvisar mais do que gostaria para manter o site minimamente atualizado. Então não é que eu escreva 5, 6 posts por dia (já cheguei até a escrever 10) para aparecer, é porque se eu não fizer isso, o nosso cantinho de trocar ideias, de dar uma força para as bandas e assessorias, morre.

Só que aos poucos, eu estou aprendendo a estabelecer limites. Adoro escrever, mas se isso começar a se tornar uma paranóia e consumir a minha cabeça, pode ter certeza que eu vou pular fora, o que por várias vezes quase aconteceu. Por isso quando o meu tempo livre aumentar um pouquinho, a maior herança do momento atual que eu vou guardar é o modelo atual de postagens. E enquanto isso eu vou adaptando minhas expectativas ao meu humor (ou falta dele) e vou tocando o barco.

Não posso negar que isso cansa. Nem estou fazendo questão de negar, digo. Ao contrário, estou é enchendo a paciência de vocês de tanto dizer isso. Se fosse um projeto estabelecido, com fama, sucesso e dinheiro imediato, choveriam emails de candidatos, mas como aqui o reconhecimento é acompanhando de muito trabalho, só os corajosos (ou malucos) ficam.

Felizmente os conselhos frequentes de algumas amigas me impediram de tomar decisões radicais como encerrar o site, o que acabou se refletindo ao menos numa série de pequenos hiatos que eu usei para colocar a minha cabeça no lugar, e pensar sobre os rumos da minha vida + o quão atrelado o HMBR está a eles. Ainda mais hoje que ele evoluiu de blog para site.

Eu nunca sei o que cada semana vai me reservar. Faço planos, nem todos dão certo. Por um lado, o curso tem sido cansativo e irritante, mas por outro me fez sair da caixinha do óbvio e tem ensinando muito mesmo. Manutenção e configuração de PCs é apenas encaixa-encaixa de placas? Agora posso falar com 100% de conhecimento de causa que não, não é. Mas enfim, vamos aos links da semana.


Música

Cinema

Games

TV

HQ/Mangá

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.