Ahh, a terça-feira. Nada mais saudável do que começar o dia com uma polêmica, certo? Meio doida, meio justa, mas que é polêmica na mesma. O motivo? A Microsoft. Recentemente foi lançado o Windows 10 e quem atualizou o computador para o novo sistema operacional, pode ter a surpresa de um belo dia ligar o computador e perceber que (sendo o caso), seus games, softwares e/ou hardware piratas foram desabilitados.

Não é algo que aconteceu, mas é algo que pode acontecer caso a Microsoft coloque em prática os novos termos de serviço do sistema operacional. No item b do capítulo 7 dos termos de serviço do Windows 10 nós temos que:
Às vezes, você precisará de atualizações de software para continuar usando os Serviços. Podemos verificar automaticamente sua versão do software e baixar atualizações do software ou das alterações de configuração, incluindo aquelas que o impedem de acessar os Serviços, jogando jogos falsificados ou usar dispositivos periféricos de hardware não autorizados. Você também pode ter que atualizar o software para continuar usando os Serviços.

Tais atualizações estão sujeitas a estes Termos a menos que outros termos acompanhem as atualizações e, neste caso, esses outros termos prevalecerão. A Microsoft não tem obrigação de disponibilizar todas as atualizações e não garante que daremos suporte à versão do sistema para o qual você licenciou o software. Tais atualizações podem não ser compatíveis com softwares ou serviços fornecidos por terceiros. Você pode remover seus consentimento para atualizações futuras de software periodicamente desinstalando o software.
Traduzindo, a Microsoft pode desabilitar games e hardware seus que não sejam licenciados e, caso você discorde, a única alternativa será desinstalar o Windows 10. E aí, o quê vocês acham?

Por um lado, digamos, é justo. Pirataria não é legal. Por outro lado, convenhamos, o preço dos jogos anda muito, muito inflacionado para a realidade do bolso do gamer brasileiro, o que não justifica, mas é, explica e muito. E por um terceiro lado, essa é uma potencial atitude da Microsoft, a mesma que quer fazer você pagar para jogar Paciência no Windows 10.

Os termos não fazem referencia a softwares falsificados, nem fica tão claro de quanto e quanto tempo a Microsoft fará varreduras do tipo nos computadores. Veremos. O Windows 10 foi lançado no final de julho e é oferecido para usuários do Windows 7 e 8 como atualização gratuita até julho de 2016.

Fonte: UOL Jogos

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.