Por Átilla Moreira
Nota: 08.0/10.0

Você é fã de séries como “The Walking Dead” e “The Strain”? Ou de filmes como “A Morte do Demônio” e “A Noite dos Mortos Vivos”? Se a sua resposta é sim, as chances de você virar fã da banda BLOODWORK é muito grande, porque é praticamente impossível desassociar o som destes caras, com as obras audiovisuais aqui citadas.

O primeiro trabalho do BLOODWORK chama-se “Just Let Me Rot” e nele podemos encontrar referências que vão desde o Death Metal ao Grindcore de bandas como Cannibal Corpse e Brutal Truth, respectivamente. A ordem aqui é semear o caos em forma de uma musicalidade violenta, embasada por letras gore, muitas delas de cunho sexual, o que me fez imaginar que tipo de mente doentia está por trás disso tudo.

O material soa muito intenso o tempo todo, priorizando andamentos rápidos e blast beats, o que pode ser conferido em faixas como “Rotten 69” e “Defecating Broken Glass”. Essas duas são um verdadeiro ataque aos nossos tímpanos, pode apostar!

Agora ao lado da Eternal Hatred Records, o BLOODWORK espera alçar voos mais altos, tanto com este debut quanto com os novos trabalhos, que deverão dar as caras ainda em 2016.

Via MS Metal Press

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.