Há alguns dias saiu um live-action de Dragon Ball Z que ficou super falado. Não coloquei 100% de fé porque a internet se impressiona com qualquer coisa, tanto para o bem quanto para o mal. Mas agora sim eu resolvi ver e.. Woah. É mais um live-action incrível, que resgata a infância das crianças dos anos 90 com classe.

Se "Dragon Ball Z: The Fall of Men" fosse uma produção oficial, redimiria a franquia até pelos filmes de animação, e mais ainda pelo catastrófico Dragonball Evolution que nem de longe se repete aqui.

A Black Smoke Films caprichou demais na produção, nos efeitos visuais, e construiu cenários que devem muito pouco à TV e cinema. O Cell deles ficou demais! Outras duas coisas que me chamaram a atenção foram:

- A ótima trilha sonora, que faz você imergir fácil na atmosfera apocalíptica da história;

- O fato de que exceto pela narração do Trunks, os personagens não dizem uma palavra. Toda comunicação é baseada em gestos e olhares, o que intensificou o clima de batalha. Ideia até ousada nesse mundo onde todo mundo tagarela sem parar.

Leia a sinopse do live-action:

"'O mundo não é como devia ser. Alguma coisa aconteceu ao longo do caminho.'

Com essas palavras Trunks lembra a si mesmo da chegada de Cell, da perda de seus amigos e do seu treinamento para o combate. Enquanto ele sabe que não tem nenhuma chance, ele irá tentar fazer a diferença e trazer de volta a esperança perdida.

Essa história nasceu do nosso desejo de adaptar Dragon Ball Z em um filme, enquanto adotando uma abordagem dramática e realista.

The Fall of Men é situado num futuro diferente, inspirado pelos personagens da saga Z. Essa história não-dita paga tributo ao universo de Akira Toriyama."


E você bem sabe que eu quase não gosto de coisas dramáticas, certo? A produção me lembrou bastante o polêmico -e muito bom- live-action de Power Rangers que saiu esse ano.

Só posso dizer pra você soltar o play sem medo, mas aviso: como o vídeo tem 29 minutos, pegue a pipoca antes:

Via CBR

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.