Numa bela noite, eu, de bobeira, trocava os canais quando topei com um filme de Vingadores que não era Vingadores. Resolvi assistir, então lá vamos nós esse review um tanto inesperado, por isso pode sentar e ficar confortável, respire fundo porque é o meu primeiro Cine Metal. Loucura define.

Ultimate Avengers, ou Os Supremos - O Filme, é uma animação da Marvel lançada pela Lionsgate (a casa de Jogos Vorazes) em DVD em 2006. Então não estranhe o estilo do traço, afinal, pela data, você percebe que vai-se tempo. O filme estreou em 2006 no Cartoon Network do Tio Sam e ganhou a sequência Ultimate Avengers 2 no mesmo ano. A produção (ambas, na verdade) é baseada na série de HQs The Ultimates, lançada pela Marvel Comics em 2002, e que mostra uma formação diferente da que hoje nós conhecemos dos Vingadores.

Direto ao ponto: é um filme que me deixou com uma sensação extremamente dividida. Não chega ser pavoroso, porém não é a definição de incrível ou ao menos de interessante, a exemplo de Os Novos Vingadores: Heróis do Amanhã. E por ficar preso no limbo do meio termo, o filme fica meio ferido, não sendo infantil o suficiente para o público jovem, nem adulto demais para o público mais velho, sem falar que a versão brasileira ainda sofre de um problema extra.

Mas, antes de gongar e elogiar esses detalhes, a premissa:

Tudo começa em plena Segunda Guerra Mundial, com o Capitão América e seu pelotão em uma missão suicida numa base nazista liderada por Herr Kleiser. Os eventos que dão sequência a essa batalha eu não vou dizer porque spoilers, mas eles levam ao famoso congelamento Capitão que nós já vimos em "O Primeiro Vingador." Anos depois o corpo inerte do bandeiroso é encontrado por Nick Fury e a Dra. Betty Ross (sim, fãs de Hulk, tem Betty nesse filme), levado a base da Shield, o Triskelion.

Depois de uma primeira reação bem exagerada (afinal, nada como passar décadas congelado no fundo do oceano), Fury consegue conversar com o Capitão, e convencê-lo a fazer parte do novo grupo que terá de enfrentar outros velhos conhecidos dos fãs: os Chitauri. A equipe final que vai à campo consiste então no Capitão América, que lidera o grupo, Homem de Ferro, Viúva Negra, Gigante, Vespa, e Hulk. Aí você me pergunta: mas não tem Thor no filme? Tem, mas ele só entra para o grupo, oficialmente, no segundo filme.

Pontos positivos
De um lado, a versão mais famosa de Vingadores une os melhores heróis que juntos, conseguem derrotar os vilões que sozinhos eles não conseguem. Já a versão Ultimate é mais pé no chão, inclusive transformando o Thor numa coisa completamente inesperada, mas que ao mesmo tempo faz todo sentido: um ativista que luta em favor da natureza. Eu ri desse detalhe porque me pegou de surpresa, e porque no fim das contas acabou ficando legal.

Outra coisa: a oportunidade de ver uma formação diferente é bem refrescante. Ter a Vespa e o Gigante é bem-vindo, principalmente porque fãs novos não tem ideia da importância dela como personagem (e muito obrigada por isso, Homem-Formiga..). Eu mesma ainda não tenho noção de 100% porque ainda tem muito chão de nerdice pra eu andar, coisas para ler, mas como semi-n00b que sou, te garanto que importante ela é.

Ah! Eu geralmente não sou de gostar do Homem de Ferro, mas o fato da identidade dele não ser conhecida no filme foi bem legal. E que poderia ter sido um fato interessante se levado para os filmes. Talvez até me faria ter gostado mais do personagem.

Agora o ponto mais positivo do filme é a Viúva Negra. Por milagre ela é mostrada de forma até boa, interessante e por assim dizer, diferente. Ao mesmo tempo que Natalia Romanoff é parte dos Vingadores, ela também passa o filme como um tipo de braço direito do Fury, num meio equivalente do que seria se o filme tivesse a Maria Hill. Ela é badass, o que é de lei, e bem falante, o que definitivamente foi uma boa surpresa. Sem falar do sotaque russo forte, o que ficou diferente, porém dentro do personagem. Eu, como fã que sou da Viúva, só posso agradecer por isso.


Pontos negativos
A história fica enrolada mais de uma vez, e mais de uma vez eu meio que me perdi na tentativa de entender o que estava acontecendo. É bem truncado. Não sei dizer se é um ponto negativo ou realista (ou os dois), mas o Henry Pym (versão ultimate do Hank) do filme tem traços do Henry das HQs, que é um marido abusivo, ao ponto de usar suas formigas para atacar a esposa Janet (afinal, ela é a Vespa). No filme, entretanto, por ficar nesse meio termo, ele é só um cientista muito inteligente, porém imaturo e ignorante, que na discussão da HQ que leva à agressão física, no filme fica apenas na discussão.

Um ponto negativo especificamente do Brasil é a dublagem, que é estranha e às vezes desconexa, e isso me impediu de curtir o filme com mais gosto, impediu até mais do que a trama às vezes enrolada. Salvam-se as dublagens da Viúva Negra, Vespa, Thor, e Bucky Barnes (sim, você leu certo), mas as outras deram umm bug forte no meu cérebro. Não gostei muito.


Vale ver?
Ao menos uma vez, vale. Agora rever, dizendo pela minha experiência, não. Depois de ver Ultimate Avengers pela primeira vez não ficou tanto interesse em rever o filme tal como foi com Os Novos Vingadores, ou com o desenho Avengers Assemble (que é bom demais e quem sabe um dia eu falo dele). O traço apesar de ser antigo (com quase 10 anos) não é ruim, afinal foi a primeira animação ever da Marvel Animated Features, e o amontoado de referências (Triskelion, o Capitão congelado, Betty Ross, os Chitauri) são legais. Não costumo dar notas nas minhas resenhas, mas para esse filme eu arrisco um 3,5.


DubladorPersonagem
Justin GrossSteve Rogers / Capitão América
Marc WordenTony Stark / Homem de Ferro
Andre WareGeneral Nick Fury
Grey DeLisleJanet Van Dyne-Pym / Vespa
Nolan NorthHank Pym / Gigante
Dave BoatThor
Olivia d'AboNatalia Romanoff / Viúva Negra
Fred TatascioreHulk
Michael MasseeDr. Bruce Banner
Nan McNamaraDra. Betty Ross
James K. WardHerr Kleiser

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.