"Rogue One: A Star Wars Story" terá militares britânicos no elenco


Taí uma notícia legal. Com intuito de dar mais autenticidade ao primeiro spin-off de Star Wars, o diretor Gareth Edwars pediu que militares britânicos pudessem fazer pontas em "Rogue One - A Star Wars Story." E o motivo é interessante. A ideia tanto de Edwards, quanto da Disney, é tornar a produção num longa de guerra, e sendo assim, nada com mais sentido do que ter a marinha e a aeronáutica britânica para ajudar, certo?

Segundo o Forces.tv, cerca de 40 militares participaram de uma mega sequência de ação filmada durante toda a semana passada. E a cena foi rodada no conjunto de estúdios Cardington, em Bedfordshire, onde boa parte do Episódio IV foi rodado em 1976. 

"Rogue One" narrará a história de combatentes da resistência que se unem para roubar os planos da infame e temida Estrela da Morte, ou seja, é um filme situado no passado, e que me chamou a atenção por esse detalhe. Franquias de longa duração do nível de Star Wars sempre tem o fantasma do desgaste fungando no pescoço, e usar um spinoffs para promover novos personagens, mas sem se afastar demais da premissa original, é uma forma até de trazer novos fãs para a Força*.

(*Algo que, entretanto, O Despertar da Força já vai fazer)

“‘Rogue One’ está situado antes dos eventos de Star Wars: Uma Nova Esperança e fará um desvio dos filmes da saga, mas tem elementos que são familiares para o universo de Star Wars “, diz Kathleen Kennedy. “O filme entra em um novo território, explorando a luta galáctica na perspectiva de uma guerra terrestre, mas mantém a essência que os fãs de Star Wars já conhecem. Gareth é um diretor muito inovador e estou muito feliz em trabalhar com ele, e com o elenco extraordinário que ele escolheu para ‘ Rogue One ‘. “
E o elenco escalado tem estrelas a perder de vista: Felicity Jones, indicada ao Oscar por "A Teoria de Tudo", Diego Luna, que estrelou o filme vencedor do Oscar de 2008, "Milk" e "O Homem da Máfia", Ben Mendelsohn, recentemente indicado pelo trabalho em "Bloodline", Jiang Wen, que co-escreveu, produziu, dirigiu e estrelou o premiado "Let the Bullets Fly", Forest Whitaker, vencedor do Oscar em 2006 pelo papel em "O Último Rei da Escócia, e Mads Mikkelsen, que estrelou "A Caça", o memorável vilão de "Cassino Royale" e será o eterno "Hannibal."

Mas ainda fica melhor. Felicity Jones viverá a protagonista, que será uma soldado rebelde. Jonathan Aris (da série "Sherlock") viverá o Senador Jebel, um personagem inédito na história da franquia. 

Situado entre os Episódios III e IV, o diretor Gareth Edwards classificou "Rogue One" como um filme de guerra realista e descartou a presença de jedis. E eu gostei disso? Deixando de se apoiar num dos braços mais populares de Star Wars, o spinoff terá de ser criativo e pensar fora da caixinha do óbvio, e eu vivo por essas coisas. Já Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, descreve o filme como um longa antológico de Star Wars, que envolverá “um grupo de soldados da Resistência (o novo nome da Aliança Rebelde) que se une para a ousada missão de roubar os planos da Estrela da Morte”.

Ah! Curiosidade pra quem não sabe. O nome do filme vem do apelido usado pelo líder mais habilidoso do esquadrão de pilotos de elite Rogue Squadron (universo expandido dos livros), cargo que já foi do Menino Luke Skywalker.

Escrito por Chris Weitz (indicado ao Oscar por "Cinderela"), "Star Wars: Rogue One" será o primeiro filme de uma série de aventuras que irão explorar personagens e eventos fora do núcleo central (aka panelinha) da saga Star Wars. Eis aí uma decisão ao menos interessante. O filme estreia em 16 de dezembro de 2016, 1 ano depois do lançamento de "O Despertar da Força", sétimo episódio de Star Wars que já tem review no HMBR, e só continua a bater recordes de bilheteria. Merecidamente.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.