Durante o fim de semana eu aleatoriamente redescobri a alegria de ouvir uma banda que eu deixei esquecida há tempos: o Amorphis. Gosto muito de história, gosto ainda mais de mitologia, por isso desde a primeira vez que eu ouvi os finlandeses me interessei de imediato no som, muito bem equilibrado entre o peso e a melodia, e o rico universo da mitologia finlandesa.

O Monday Metal da vez vai com "Silver Bride," uma música trágica, porém fantástica por tudo, até mesmo a letra. Versão resumida: ela conta o episódio em que Ilmarinen, o deus-e-ferreiro-imortal da mitologia finlandesa perde a primeira esposa devido à maldição lançada por Kullervo, seu servo. Ilmarinen é famoso pelo "azar no amor", e com a morte da esposa ele decide forjar uma à base de ouro e prata, afinal, ele é Ilmarinen. Entretanto, o elemento principal ele não consegue forjar: vida.

A história completa é complicada e não cabe num post só, então eu recomendo demais que vocês procurem para ler. E quem não conhece o som do Amorphis eu recomendo ir atrás também. Tanto que vou ajudar deixando a versão do Monday Metal, a original, e um ao vivo na medida direto do Wacken Open Air 2013. 'Simbora:




Letra:

From the mystic dreams of nighttime
I saw the clarity of my days
From the shades of longing
Looked for the familiar glow
The death of my wife's slayer
Brought no comfort to me
No shape for loneliness
For a dream

A queen of gold I made
A silver bride I built
From the northern summer nights
From the winter moon
Responded not my girl
No beating heart I felt
I brought no sighs to the silver lips
No warmth from the gold

Within my heart a flame of desires
Provoked the power of my will
Forced into silvery shape
A golden queen for me
I made our bed under the stars
Covers a-plenty, bear skin hides
Stroked the arc of golden curves
Kissed the lips of silver

A queen of gold I made
A silver bride I built
From the northern summer nights
From the winter moon
Responded not my girl
No beating heart I felt
I brought no sighs to the silver lips
No warmth from the gold

(Queen of gold) I made her
(Silver Bride) I built her
(Queen of gold) no warmth
(Silver Bride) no love
(Queen of gold) I made her
(Silver Bride) I built her
(Queen of gold) no warmth
(Silver Bride) no life

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.