Não é novidade, mas digamos que é oficial, pois eu decidi admitir: perdi a vontade de escrever sobre heavy metal. Não sinto a magia de antes. Eu adorava juntar informações, argumentos, sentimentos, mostrar a riqueza do gênero musical que pero si pero no eu ainda escuto. Agora a pessoa que vos fala desanimou, ficou amarga, lê as notícias aqui e ali. Mas apesar da fase, alguém que eu ainda sigo o trabalho é a Tarja.

Gosto demais dela. Muito mesmo. É uma das heroínas da minha vida, e oh quem diria, eu agora me identifico super com isso dela ser e não ser do metal, onde ela chama os próprios álbuns de rock pesado, rock sinfônico, essas coisas. Então sim, eu ando informada sobre "The Shadow Self", novo CD da finlandesa e que sai em 5 de agosto, véspera do meu aniversário e estreia de Esquadrão Suicida. Pensem numa pessoa feliz? Multipliquem por dois e essa sou eu.

Resgatando a magia com "No Bitter End"?
Como parte da corrida por 1 milhão de curtis no Facebook, Tarja liberou a prévia de "No Bitter End", uma das músicas do álbum que foi tocada na última turnê. Solte o play:


Eu já estou apaixonada pela prévia, imagino a música completa. Ao mesmo tempo que ela mostra o cuidado na construção do arranjo (que não é bagunçado ou "feio"), mostra simplicidade, sem drama e as firulas que eu tanto gostei um dia. Tarja continua cantando muito bem obrigada, soando incrível e em parte diferente, e eu não vou reclamar se ela deixar o pseudo lírico de lado para explorar a voz, uma voz que é boa demais para ficar presa num só estilo pelo resto da vida. Se ela quisesse não ter liberdade, mais fácil seria ter ficado com Aquela Banda que Não Se Deve Nomear. 

Saindo da caixinha do óbvio
Tal como eu disse, a Tarja não costuma chamar seus álbuns de "heavy metal." Antes eu achava isso meio engraçado e estranho, agora eu entendo muito que bem. The Shadow Self, por exemplo, ela chama de álbum de rock pesado, o que deixou meio mundo na curiosidade porque ela diz ser o álbum mais pesado da carreira, justo ela, sempre inclinada para o sinfônico, o erudito. E eu vou dizer.. A mudança veio num timing ótimo da minha vida.

Plus: ela disse num comentário do Facebook que os fãs ficarão positivamente surpresos com o que vem por aí, e agora, com a lista de colaborações divulgada, eu muito, muito que acredito mais do que nunca nisso.

Os colaboradores em "The Shadow Self"
A lista merce até aquele clichê de que tem "mais estrelas do que uma constelação," até porque tem mesmo. Vamos a ela:


Lista apresentada, é claro que nós vamos aos destaques:

Within Temptation: a banda inteira. Mesmo. Nem o Robert ficou de fora. Com isso nós repetimos também o dueto histórico de "Paradise (What About Us?)";

Alissa White-Gluz: eu sei que a Alissa não goza de boa fama entre os fãs, mas eu gostei muito dela no "War Eternal" do Arch Enemy. Se for para cantar com gutural, será incrível. Caso contrário, será bem frustrante;

Max Lilja: o cellista do Apocalyptica de novo. E no álbum mais pesado. Ah, a curiosidade;

Chad Smith: você achou que viveria para ver o baterista do Red Hot Chilli Peppers colaborando com a Tarja? A união de dois mundos que até eu considerava impossível? Pode me colocar no melhor lugar da primeira fila;

Luis Conte: eu conheço o Luis por um motivo muito, muito especial mesmo - ele foi durante anos parte da banda de um dos heróis da minha vida, Phil Collins. O cara é um percussionista de mão cheia e agora vai tirar onda de tocar com duas das minhas pessoas favoritas.



Concluindo
"The Shadow Self" é um álbum que nem precisa dizer que eu quero por demais ouvir. Curiosidade define o sentimento, afinal a Tarja só tem crescido como artista e é bem capaz sim de trazer coisas que surpreendam os fãs.. Ao menos os que realmente quiserem abrir o coração para isso. No mais, bring it on!

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.