Cinco lições de negócios que todo empreendedor pode aprender com Game of Thrones


Fábio Silva, sócio-fundador da StartMeUp, mostra que as séries de TV também podem servir como aprendizado na vida profissional

*O texto contém spoilers


Se você é um empreendedor e está sempre ligado nas séries de TV, agora é o momento para obter novas dicas com as mais famosas tramas. Game of Thrones (GoT) está entre os seriados com maior audiência nos últimos tempos e, além de todas as narrativas e estórias, também pode ser útil na hora de trazer dicas para ser mais competitivo no mercado.

Em Game of Thrones, os personagens estão acostumados com metas, planejamento, invenções, desafios e obstáculos, que se enquadram perfeitamente ao dia a dia dos empreendedores. Abaixo, Fábio lista cinco aprendizados que Game of Thrones pode trazer para você, empreendedor:


 1.       PETYR BAELISH: PIVOTAR

Você já ouviu a história antes.  Empresa X começou fazendo Y e só ganhou milhões de reais anos mais tarde fazendo. A arte de pivotar (mudança radical no rumo do negócio) é provavelmente uma das técnicas mais subestimadas que se pode utilizar em empresas, startups, e, obviamente, em Westeros.

Nos negócios, é preciso estar se reinventando continuamente para aprender com os erros e crescer a partir de sua própria experiência. O personagem Petyr Baelish é um excelente exemplo de pivotar para manter-se como peça relevante dentro da trama. O Littlefinger pivotou várias vezes em fazer o que ele faz de melhor: permanecer vivo. Ele prometeu Sansa Stark para Ramsay Bolton, mesmo após as atrocidades que os Boltons comprometeram com a família Stark.

Em Westeros, o sucesso do personagem vem em permanecer vivo por tempo suficiente para desfrutar os despojos de guerra e dos negócios. Petyr, desde o inicio de Game of Thrones, foi um grande exemplo de se reinventar para melhorar suas chances de sucesso. Claro que não é recomendável que empresas se inovem agindo de má fé como o Littlefinger, mas aprendam com ele a sempre se manter no jogo, alterando muitas vezes, seu propósito e modelo de negócio.


2.    DAENERYS: APRENDA COM MENTORES

Daenerys Targaryen percebe que sua inexperiência em liderar pode prejudicar seu objetivo de conquistar o trono de ferro. Para minimizar seu ponto fraco, ela encontra os mentores Jorah Mormont e Barristan Selmy, que a ajudam em sua busca como a legítima rainha dos Sete Reinos. Daenerys tem muito que aprender sobre como ser confiante em sua posição de poder e seguir os seus instintos como uma líder. Ela ainda pede conselhos a seus mentores, porque não confiava em si mesma para tomar uma decisão sobre o que fazer com os proprietários de terras de Essos.


3.   JORH: HOESTIDADE E LEALDADE

Existem alguns nomes mais notórios do que Ned Stark no mundo de GoT.  O legado de Ned Stark deixa a aprendizagem de que o ser humano deve sempre ser leal e, se não puder ser, precisa pelo menos de honestidade. Infelizmente, Ned Stark pagou por sua honestidade com a vida, mas a sua conduta deixou uma lição para os seus fãs.

Outro exemplo pode ser visto entre Daenerys e um de seus mentores, Jorah Mormont, que trai sua rainha quando deixa vazar informações importantes para seus inimigos, quebrando a confiança dela. Jorah, ao perceber sua falha, vai até Daenerys pedir perdão, ela o perdoa, mas o expulsa de seu conselho. Em uma situação como essa, deve-se sempre se comunicar e ser leal, caso você não seja, explique e peça desculpas. Porém, não é uma boa ideia quebrar a relação de confiança com alguém que controla dragões e conquista impérios.


4.   TYRION: A MENTALIDADE DO AZARÃO

Tyrion é o personagem mais negligenciado em GoT, principalmente porque a cultura Westeros não enxerga valor em suas habilidades e inteligência. Como diz Tyrion, "uma mente precisa de livros como uma espada precisa de uma pedra de amolar, se é para manter a vantagem".

Aprenda como agregar valor em suas próprias limitações e saiba como superar obstáculos para se tornar um especialista naquilo que você desconhecia. É esta a mentalidade do azarão que irá fazer com que os empreendedores continuem tentando, mesmo quando todas as probabilidades estejam contra eles. Parece que depois de matar seu próprio pai e, basicamente, assinar a sua própria sentença se morte, Tyrion ainda acredita que há uma oportunidade e esperança para permanecer vivo.


5.   JON SNOW: PARCERIAS

Em Game of Thrones, Jon Snow foi forçado a fazer parcerias para um bem maior. Com um perigo eminente dos White Walkers e os Sete Reinos em perigo, Jon Snow é forçado a fazer uma parceria com os Selvagens e Stannis Baratheon. Encontrar as pessoas certas para se alinhar é sempre uma tarefa difícil, mas estas alianças podem ser fundamentais na execução e sucesso das suas estratégias.

Mas, cuidado com suas alianças e parcerias, eles podem te levar ao sucesso ou ao fracasso total. Jon Snow pagou caro por se aliar com os Selvagens.


Sobre a StartMeUp

A StartMeUp nasceu da união de profissionais de quatro áreas distintas e fundamentais para a sua operação: Administrativo, Jurídico, Financeiro e de Comunicação. Todos com grande expertise e experiência em sua área de atuação. A StartMeUp acredita que boas ideias podem e devem ser rentáveis, precisam apenas sair do papel. Por isso, a startup desenvolve um novo mercado, o investimento colaborativo, onde empresas inovadoras passam a ter recursos para desenvolver suas atividades e colocar em prática seus projetos.

Via Digital Trix

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.