A loucura da semana passada pulou para essa semana, mas quem se importa, saiu o segundo trailer de World of Warcraft! É bem verdade o filme da franquia de games mais famosa da Blizzard meio que ficou ofuscado pelos blockbusters principais do ano, mas ainda assim se mostra como uma opção interessante principalmente para quem é ligado no mundo dos games, especialmente os RPG/MMO e afins. 

Infelizmente ainda não é legendado, mas ainda assim a gente dá um jeito de você não perder nada:


É a era dos filmes de guerras entre personagens
Música, games, séries de TV, cinema... Toda fatia do entretenimento viveu e vive uma fase, e a do cinema não só mostra ser as adaptações de games e HQs, mas de filmes voltados para algum tipo de conflito entre partes: Batman vs Superman, Capitão América Guerra Civil, X-Men: Apocalipse, e agora World of Warcraft. Não tenho nada contra. É só uma análise breve de como o fenômeno é real e acontece aqui e ali, um interesse que os fãs andam criando nesse tipo de filme talvez por reflexo do mundo em que nós vivemos? Hm.

A produção está impecável
A quantidade de trama que é explicada no trailer não é muita, porém o show de produção se mostra do começo ao fim. Justo! Warcraft merece isso. São cenários pesadamente apoiados pela computação gráfica, porém lindos, figurinos dos personagens humanos bonitos também. Teve até aparição rápida e interessante da Ruth Negga! E entre todas as coisas o que ainda mais me chama a atenção é o grau de produção da armadura do humano Durothan (Travis Fimmel), e o orc Lothar, criado digitalmente a partir das imagens do ator Toby Kebbell.

E a trilha sonora?
Um detalhe em comum que muita gente comentou foi a falta de conexão entre o trailer, a ideia do universo medieval fantástico e o dubstep (??) inesperado. Realmente, foi inesperado, risos, mas ao menos a pessoa que vos fala não achou tão ruim, plus, vai saber se necessariamente esse é o som real da trilha sonora. Mas eu super entendo quem criticou e ficou preocupado.

A história (para quem não sabe)
Os habitantes de Dreanor veem o seu mundo ser destruído, e com a abertura de um portal o antes pacífico reino de Azeroth, terra similar ao nosso planeta onde vivem humanos e outros seres, se vê a beira da guerra com a invasão dos Orcs que fogem de suas terras destruídas, buscando colonizarem outras. É uma trama mais focada nos primórdios do jogo, quando o embate era apenas entre as duas raças Essa guerra, aliás dá nome ao título do filme no Brasil: Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos, afinal, se a primeira impressão entre Orcs e Humanos é essa, pode esperar divergência de opiniões e conspirações de ambos os lados.

PS: a lista de personagens de cada lado você pode conferir aqui.

Veredito
Não é dos filmes que está na minha lista do must de 2016, mas foi o que eu disse, o filme é uma opção bem interessante sobretudo para os fãs de Warcraft, claro, porque esses não são poucos. Dizem até que esse seria o pontapé inicial para uma trilogia, mas será? Diz aí o que vocês acham nos comentários, pois ao menos por enquanto foi um trailer bem legal. Perdeu o trailer anterior? Clique aqui e não perca mais nada.

Ah! E claro, um detalhe bobo: Warcraft estreia nos cinemas no dia 10 junho.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.