Esgotam em quatro dias ingressos para primeiro concerto da série da OSB ‘Safira Especial – Música de Cinema’


Pela primeira vez, a Orquestra Sinfônica Brasileira apresenta uma série inteiramente dedicada às trilhas sonoras de cinema. A série Safira, composta de quatro concertos, acontecerá na Cidade das Artes e será dividida em temas como músicas de aventura e ficção científica; trilhas da Itália; música de heróis e super-heróis e um tributo ao compositor americano Bernand Herrmann. Muito aguardado, devido à grande procura do público, o primeiro concerto “Safira Especial – Música de Cinema”, com regência do Maestro Emérito da OSB, Roberto Minczuk, no sábado, dia 30 de abril, já está com os ingressos esgotados. Mas o público não precisa ficar triste, pois terá oportunidade de assistir parte do repertório no Concerto da Juventude que acontece no dia seguinte, domingo, 1°de maio, às 11h30m, também com a regência de Minczuk, e com ingressos a R$ 1, que podem ser adquiridos uma hora antes do início do espetáculo, na bilheteria da Cidade das Artes.

A OSB interpretará, no Concerto da Juventude, temas de produções famosas como “De Volta para o Futuro”, de Alan Silvestri; “Jornada nas Estrelas”, de Jerry Goldsmith; “O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel”, de Howard Shore; “Piratas do Caribe”, de Klaus Badelt; “Missão Impossível”, de Calvin Custer; “Super Homem”, “Star Wars”, “ET – O Extraterrestre” e, exclusivamente nesta apresentação, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, compostas por John Williams.

— As trilhas sonoras nos mostram o que há além da imagem, moldando o espaço de nossa imaginação e nos transportando ao movimento dos sentimentos, dos pensamentos e da alma de cada personagem — declara Pablo Castellar, Diretor Artístico da OSB. Para ele, a música de cinema também é música de concerto, e de grande qualidade. “Grandes compositores nos brindaram com obras que merecem ser apreciadas de frente e não só como fundo musical. Por isso, apreciar estas obras com toda a atenção voltada à riqueza de sua construção é algo que só conseguimos de fato realizar em oportunidades como estas”, completa o diretor artístico.

Os demais concertos da série acontecerão nos dias 2 de julho com “Trilhas da Itália”; 27 de agosto com “Música de Heróis e Super Heróis”; e 24 de setembro com um “Tributo a Bernard Herrmann”, compositor americano de músicas para filmes como “Um Corpo que Cai”, “Cidadão Kane” e “Psicose”.

A série Concertos da Juventude

Iniciada em 1943, a série “Concertos da Juventude” leva a música de concerto para novos públicos, com o objetivo de incentivar e facilitar o acesso a ela. Em mais de 70 anos de história, a cada temporada, a tradicional série de concertos do Rio de Janeiro recebe milhares de estudantes - a sua maioria da rede pública de ensino – ao Theatro Municipal e à Cidade das Artes. Os alunos ganham transporte e lanche e levam o que aprenderam para discussões em sala de aula.

Sobre Roberto Minczuk

Maestro Titular e Diretor Musical da Filarmônica de Calgary e Maestro Emérito da OSB, onde foi Maestro Titular de 2005 a 2015; foi Diretor Artístico Adjunto e Regente Associado da Osesp, Regente Associado da Filarmônica de Nova York, Regente Titular da Sinfônica de Ribeirão Preto e da Sinfonieta da Universidade de Brasília. Dentre as orquestras que regeu estão as filarmônicas de Nova York, Londres, Los Angeles, Rotterdam, Oslo, Helsinki e Tokyo, as Orquestras de Filadélfia, Cleveland, BBC de Londres e do País de Gales, sinfônicas de Montreal, Toronto, Dallas e da Nova Zelândia, as Nacionais da França, Bélgica e Hungria. Foi diretor artístico do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão de 2004 a 2009. Gravou diversos CDs com a Osesp, além da Filarmônica de Londres, Filarmônica de Calgary e Sinfônica de Odense. Recebeu o Emmy, Grammy Latino, Prêmio Bravo de Cultura e Prêmio TIM, dentre outros.

Sobre a Fundação OSB

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações: foi a primeira orquestra brasileira a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. Durante 76 anos de trajetória ininterrupta, a OSB revelou nomes como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antônio Meneses, e teve à frente maestros e compositores brasileiros como Heitor Villa-Lobos, Eleazar de Carvalho, Claudio Santoro, Francisco Mignone e Camargo Guarnieri. Também faz parte de sua história a colaboração de alguns dos maiores artistas do cenário internacional, como Leonard Bernstein, Arthur Rubinstein, Mstislav Rostropovich, Igor Stravinsky, Claudio Arrau, Zubin Mehta, Lorin Maazel e Kurt Masur, dentre muitos outros.

Os espetáculos da OSB acontecem hoje nas três mais importantes salas dedicadas à música de concerto do Rio de Janeiro, a Cidade das Artes, o Theatro Municipal e a Sala Cecília Meireles. Sob a direção artística de Pablo Castellar e composta por mais de 100 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla, em sua programação regular de concertos, apresentações especiais e projetos educativos, um amplo universo musical - da produção barroca aos compositores contemporâneos. Para viabilizar suas atividades, a Fundação OSB conta com o incentivo do BNDES, da construtora Carvalho Hosken e de um conjunto de patrocinadores da iniciativa privada, através dos mecanismos federais de incentivo à cultura.

Para saber mais sobre o processo de assinaturas acesse o site da OSB – www.osb.com.br.

Sobre Cidade das Artes

Há três anos com uma intensa e variada programação cultural, sempre pautada por eventos de alto nível, a Cidade das Artes se consolida como um dos principais centros culturais do Rio de Janeiro. Desde sua inauguração em 2013, o imponente prédio projetado pelo arquiteto francês Christian de Portzamparc já recebeu alguns dos maiores nomes da arte brasileira e internacional, que atraíram mais de 700 mil visitantes para a Cidade das Artes.

Expoentes das Artes Cênicas/Dança como Cia de Dança Deborah Colker, Fernanda Montenegro, Marco Nanini, Mikhail Baryshnikov, Willem Dafoe, a Comédie Française, os ingleses do Shakespeare’s Globe, a companhia belga Rosas, a Paul Taylor Dance Company, o grupo Kodo,  espetáculos dirigidos por Olivier Dubois, Robert Wilson, Peter Brook e do Théâtre de la Ville; da Música como Adriana Calcanhotto, Marisa Monte, Milton Nascimento, Elza Soares, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Lenine, Arnaldo Antunes, Paula Toller, Frejat, Zeca Pagodinho, Ney Matogrosso, Martinho da Vila; das Artes Visuais (Ângelo Venosa, Vik Muniz, Daniel Senise, José Bechara, Luiz Zerbini e Maria Lynch); e da Literatura (Zuenir Ventura, Roberto da Matta e Ruy Castro), além de concertos das orquestras Petrobras Sinfônica, OSB, OSESP, Shangai Symphony Orchestra e da soprano Natalie Dessay com o pianista Michel Legrand e eventos como o Back2Black, Rio H2K, Portugal no Rio, Anima Mundi, o Festival de Fado, Rio Orquestra, Festival do Azerbaijão, Panorama de Dança foram algumas das quase 400 atrações realizadas na Cidade das Artes, sendo mais da metade delas com entrada gratuita.


Concerto da Juventude

Domingo, 1° de maio, às 11h30m, na Cidade das Artes

Roberto Minczuk, Maestro Emérito da OSB

Programa:

F. M. da Silva - Hino Nacional Brasileiro (3´)

GOLDSMITH, JERRY - Jornada nas Estrelas | arr.: Harry Simeone (2')

SILVESTRI, ALAN - De Volta para o Futuro (4')

SHORE, HOWARD - O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel | Suíte Sinfônica (7') –

CUSTER, CALVIN - Tema de Missão Impossível (3')

BADELT, KLAUS - Piratas do Caribe | arr. Ted Ricketts (6')

WILLIAMS, JOHN - E.T. | Tema do Voo (3'45")

WILLIAMS, JOHN - Star Wars Suíte (13´) I - Main Title / III - Imperial March

WILLIAMS, JOHN - Harry Potter e a Pedra Filosofal | Tema de Hedwig´s (12´)

BIS:

WILLIAMS, JOHN – Super Homem (4')

Serviço Cidade das Artes - Grande Sala:

Valor único: R$ 1 (ingressos disponíveis a partir de uma hora antes do início do espetáculo na bilheteria da Cidade das Artes)

Capacidade: 1222 lugares

Classificação: livre

Informações e venda de ingressos: 21 4003-1212

Estacionamento: R$ 10 por veículo

Endereço: Avenida das Américas 5.300, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ CEP: 22793-080.

Realização: Ministério da Cultura.

Apoio financeiro: BNDES. Patrocinador master: Carvalho Hosken

Mais informações pelo site: www.osb.com.br


Via Agência Febre

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.