Doomsday Hymn : Confira as explanações das letras do álbum 'Mene Tequel Ufarsim'


Comemorando o primeiro aniversário de lançamento de seu full lenght 'Mene Tequel Ufarsim', o vocalista e letrista Gil Lopes preparou uma explicação faixa-a-faixa das músicas presentes no disco.

Gravado entre Nov/14 e Jan/15, 'Mene Tequel Ufarsim' teve uma boa recepção na mídia especializada mundial com excelentes reviews além de figurações em várias votações de 'álbum do ano'. 

- - -

'Olá, família DDH.


Algumas coisas na vida são complexas e exigem nossa total atenção e desprendimento de quaisquer banalidades que nos impede de encher o quadro todo e não fixar apenas no centro ou naquele ponto que insistimos em nos focar.

Deixo aqui, algumas reflexões e propósito em cada letra do nosso disco de acordo com minha mente é claro (risos). Espero que se divirtam e estejam à vontade para suas próprias interpretações a respeito dos temas. Ficarei feliz em ouvir ou ler suas ideias. Vamos bater um papo e curti um som!?

Forte abraço e boa reflexão !

01 MENE TEQUEL UFARSIM (Letra: Gil Lopes)

Trata-se de uma referência a todos nós, enquanto egoístas, gananciosos sem em qualquer momento de nossas vidas nos importarmos com o próximo, tendo uma vida baseada na mentira, usando máscaras para disfarçar a verdade de quem realmente somos. É baseado no trecho do livro de Daniel no capitulo 5:25 onde, o rei Belsazar tem um sonho da qual não sabendo interpretá-lo chama Daniel que lhe diz: O teu reino foi posto em uma balança, achado em falta, será eliminado e tirado de suas mãos. O rei em questão era alguém que tentava controlar o seu reino pela razão e seus próprios meios. O que se aplica muito bem nos dias hoje quando nos julgamos superiores, vivendo em mentiras, resolvendo tudo de forma egoísta, medíocre, todo o tempo. 

02 PODEROSO (Letra: Gil Lopes)

Traz uma reflexão em particular sobre a minha vida. As dificuldades, culpas e arrependimentos que me assolam todos dias por jamais alcançar a perfeição e aprovação de determinadas pessoas. A busca pela paz e felicidade sem conseguir enxergar o alvo que esteve sempre a frente!
Único, poderoso sem igual. Aquele que simplesmente detém o controle da minha vida, meu guia e autor da minha fé!

03 LEVANTE & VIVA (Letra: Gil Lopes)

Aqui a ideia inicial era explanar os pensamentos de um morador de rua na qual não se imagina retornando ao seu antigo lar. Não vê saída para o destino que seguiu, a rotina que tomou conta o impedindo de prosseguir como se fosse uma maldição. Aborda também a maldade inescrupulosa da humanidade que a cada dia toma mais e mais pessoas levando ao uma rotina maligna e sem arrependimentos.

04 GUERREIRO (Letra: Gil Lopes)

Esta traz claramente minha admiração pelo maior guerreiro que já pisou nesta terra. Um homem que lutou não com armas, mas, com palavras e sabedoria. Um cara que não usava mascaras e que tinha apreço pelos menos afortunados. Ele foi morto pela religião e políticos de sua época, mas, sua história influenciou a humanidade até os dias de hoje.

05 LIBERDADE (Letra: Gil Lopes)

Liberdade é um grito de revolta e insatisfação com este mundo e seu sistema medíocre, falido que a cada dia tenta ensinar que a ética, os bons costumes e até mesmo o conceito de família não está correto, mas, sim tudo aquilo que sabemos lá nosso íntimo que na verdade é errado. Traz a busca incessante por uma liberdade que nem se quer sabemos se existe nesta terra.

06 MEDOS (Letra: Gil Lopes)

Trata-se de expor os medos que todos temos. Em suma o medo da morte, a única certeza que temos nessa vida. Alguns se sentem aterrorizados por este medo e se escondem em seus pensamentos, angustias e deixam de viver. Ressalta a importância de acreditar em algo bom, de ter fé e como a fé pode ser a cura, trazer paz quanto a este medo!

07 RECOMEÇAR (Letra: Gil Lopes)

Como se fosse uma continuação da “Medos” essa traz em sua essência a esperança, a força de recomeçar e seguir em frente. Alerta sobre os males da escuridão que pode nos levar ao caos. Recomeçar, é um novo tempo, uma nova estratégia, um novo amanhecer.

08 DESTRUIDOR (Letra: Fernando Frogel “Azorrague”)

É um grito de alívio para a perda de tudo aquilo que aprisiona a mente e o coração. Tudo aquilo que nos traz condenação, arrependimentos e culpa. A tormenta diária que afeta tudo e a todos a nossa volta. “Destruidor” é o “screamo” vindo da alma libertando-nos desta prisão.

09 GIGANTE (Letra: Gil Lopes)

Esta é uma promessa. Daquele que um dia voltará para vingar toda dor, desigualdade, corrupção e crueldade humana. Nos convida a levantar, termos fé e assumir o poder para atropelar o mal.

10 A RESPOSTA (Letra: Gil Lopes e Angelo Torquetto)

A pergunta que todos se fazem: Qual o sentido da vida. Eu lhes digo que é apenas vive-la, viver intensamente, conhece-se, explorar a beleza da natureza e não ficar apenas nos pensamentos admitindo que não é capaz. Amar ao próximo, servir, perdoar e se possível sacrificar-se em prol de um semelhante! Este meu amigo é o verdadeiro sentido da vida em minha opinião! '

- - -

Você encontra o álbum 'Mene Tequel Ufarsim' nos seguintes formatos :

Plataformas Digitais:

CD - Versão Nacional:
Alerta Records: http://bit.ly/AlertaRecords

CD - Versão Americana (Com bônus).
Rottweiler Records: http://bit.ly/RottweilerRecords
Nordic Mission : http://bit.do/DDHNM

Clip - Mene Tequel Ufarsim

Doomsday Hymn é :
Gil Lopes (V), Karim Serri (G), Angelo Torquetto (G), Allan Pavani (B) e Jarlisson Jaty (D)

Via Lex Metalis Assessoria e Agenciamento

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.