Obviamente esse Post de Quinta não foi programado. Na verdade nem o "PdQ" nós teríamos, visto que eu, minutos atrás, tinha comentado com o Wakashimazu sobre uma possível necessidade de eu me afastar do site temporariamente questões pessoais, entretanto, vou eu interromper a programação, pois novamente 2016 não nos poupa e o céu da música pede outra estrela de volta:


O corpo do cantor foi encontrado nesta quinta-feira (21) em sua casa no estado americano de Minnesota, mas a causa da morte, embora confirmada por uma assessora e um familiar à imprensa de lá, ainda não foi informada e segue sendo investigada pela polícia. Prince havia sido levado às pressas para o hospital no dia 15 de abril, levando seu jatinho particular a um pouco urgente em Illinois. No dia seguinte, ele garantiu aos fãs durante um show, que estava bem.

"É com profunda tristeza que eu confirmo que o lendário e icônico artista Prince Roger Nelson morreu em sua residência em Paisley Park, aos 57 anos. Não há mais detalhes sobre a causa da morte neste momento", disse a assessora do artista, Yvette Noel-Schure, à imprensa dos EUA.

Dizer que sou fã do Prince é mentira e demagogia pra tentar ganhar a sua compaixão e o seu clique, e vocês sabem que eu não sou assim. Entretanto, quem com o mínimo de sensibilidade não se comove com o falecimento de uma pessoa, ainda mais em condições desse tipo. Quem, com o mínimo de conhecimento sobre a música pop/rock oitentista nunca ouviu falar do Prince ou de "Purple Rain"? (embora o cantor tenha sido tudo, menos um one-hit wonder). É aquela situação que eu digo de parar e refletir sobre como estamos lidando com o futuro da música porque uma a uma, as estrelas das antigas estão apagando.

E para não dizer que eu não tenho uma única memória sequer que não seja relacionada à assistir o clipe de "Purple Rain" e curtir, mas ao mesmo tempo ficar meio WTF (e eu digo isso em tom divertido, não de ofensa), eu tenho uma sim, ligada a outra música dele que é incrível: "When Doves Cry." Sério. Quem nunca ouvir essa música, trate de corrigir o erro agora, pois é claro que segue um vídeo pra você soltar o play:


"When Doves Cry" foi lançada juntamente com o LP Purple Rain (oh quem diria) em 1984 e tem toda estrutura e qualidade que nunca, nunca vão perder a forma. É uma música deliciosa de se ouvir, até de dançar, o que vocês confirmam se assistirem ou ao menos pesquisarem sobre o filme Romeu + Julieta, cuja trilha inclui um cover do cantor americano Quidon Tarver. Eu sei que a versão que eu ouvi pela primeira vez não foi nem do Quindon, nem do Prince, mas não me pergunte qual é, até porque esses covers não são muito fáceis de achar.

Mas a lista deles você pode conferir aqui, afinal, HMBR também é sempre um pouquinho de cultura.

É uma música que marcou um momento bem legal da minha vida entre amigos (!), que sempre dava um gás criativo quando eu queria escrever alguma coisa mais... Ousada. Atualmente eu e parte desses amigos seguimos rumos diferentes, mas ainda tenho contato com alguns deles, sem falar da memória, que obviamente ficou.

Eu sei que Prince tem muitos fãs, então a eles, aos amigos e familiares eu estendo os meus pêsames como pessoa e fã que eu sou da música da década de 80 pela música, e pela história.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.