Foto: Umberto Miller/Miller Fotografia

A banda USINA acaba de lançar o videoclipe da música "Cadeia", o primeiro single do EP "Destruição e Morte", que está prestes a sair do forno. O vídeo foi produzido pela 20 Age Produções, com direção e edição de Lucas Siqueira. As cenas foram filmadas em Santos e Guarujá durante três meses, incluindo a participação de amigos e fãs na figuração.

"A letra retrata uma parte da realidade do sistema carcerário brasileiro", diz o baterista e fundador da USINA, Fábio Minhoca. "A intenção do nosso primeiro clipe foi justamente transformar todo esse caos em imagem, sem expor juízo de opinião sobre certo e errado. Por isso procuramos um padrão bem sombrio."

A música "Cadeia" foi produzida, gravada, mixada e masterizada por André Freitas (CHARLIE BROWN JR., A BANCA, BULA), no Electro Sound Studio. A letra é de Andrey Eudes, vocalista da antiga formação da USINA.

Formada em 2004 na cidade de Santos (litoral de São Paulo), a USINA surgiu com a proposta de fazer um som pesado, agressivo, e com letras bem diretas cantadas em português. O EP de estreia da banda, chamado "Usineiros Loucos", foi lançado em 2011.

Totalmente reformulada, agora a USINA conta com Rafael Bloodgrinder (ex-EXILE / POLLARIS) nos vocais, Tadeu Neto (ex-ODUM / SANTI CIRCUS / SCHIZOPHRENIA / SHUFFLE / TOW TRUCK / AVOID EYE CONTACT) na guitarra, Bruna Almeida (ex-SARCÁSTICA / POLLARIS) no baixo, além de Fábio Minhoca (ex-CRASHOUT) na bateria.

– Assista ao videoclipe de "Cadeia":


– Áudio de "Cadeia" (disponível para download gratuito):


Links Oficiais:

Via Z1Press Comunicação

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.