A Warner avisou que mudanças viriam de acordo com a recepção a Batman vs Superman, e bem... Elas continuam. Depois de Zack Synder perder sua autonomia dentro do estúdio, Ben Affleck tornou-se uma espécie de produtor executivo de Liga da Justiça Parte I, e poderá ajustar o roteiro de Chris Terrior se assim precisar. Geoff Johns ganhou mais poderes, esperando injetar "esperança e otimismo" nos filmes. E agora, outra peça foi mexida: Charles Roven, produtor de longa data das adaptações da DC Comics, não mais será o produtor de certos filmes do DCEU*.

(*Universo Extendido DC, pra gente ir se acostumando)

Segundo o THR, Roven será transferido para outro cargo, possivelmente de produtor executivo que não está envolvido no dia-a-dia do processo de produção. Sobre quais filmes Roven produziu, eles foram O Homem de Aço, Batman vs Superman, e os futuros Esquadrão Suicida e Mulher Maravilha. De acordo com o relato, o agora ex-produtor ainda é um "membro chave" da Warner Bros., podendo ser o produtor das sequências dos filmes com os quais ele está envolvido atualmente, feito Esquadrão Suicida 2.

Hm.

Fontes também dizem que Aquaman e The Flash são os dois projetos afetados de imediato pela mudança, uma vez que Roven era produtor de ambos e agora não mais será. O jogo de logísticas tem ido tão longe que os dois filmes poderiam ser filmados em "lados opostos do planeta," dificultando uma pessoa tornar-se fortemente envolvida com ambos. Wow. Ter vários produtores a bordo também pode vir como uma alternativa menos desgastante para os cineastas individuais.

Charles Roven não foi inteiramente removido do estúdio, nem suas funções dentro do DCEU, pois seu ainda é listado como produtor Liga da Justiça, embora a função tenha sido reajustada. Seria alguém tão importante para o estúdio manter? Bem, outros trabalhos do produtor incluem a trilogia Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan e a adaptação de Duncan Jones para Warcraft, mas se levarmos em conta Warcraft, talvez possa ser mais uma maldição do que benção... Então a resposta fica ao critério de cada um.

A onda de mudanças na Warner Bros. pode ser vista como diz o ditado: copo meio cheio, ou copo meio vazio. Pode ser algo que mude os rumos para melhor, rearranjando as "peças" e tendo objetivos mais específicos para os filmes, ou pode espalhar a confusão ainda mais. Só o tempo vai dizer. O que se sabe é que o próximo filme de Charles Roven -Esquadrão Suicida- está gerando reações iniciais positivas, essas graças ao marketing bem humorado.

Olhando para o presente, os dias iniciais do Universo Cinemático também não podem ser chamados de perfeitos, então digamos que a Warner Bros. merece o benefício da dúvida enquanto arruma (embora de forma tardia) as peças do DCEU.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.