Roteiristas de Vingadores 3 falam sobre o problema da Marvel com vilões pouco marcantes

Será que Thanos vem para mudar a regra?

Embora em constante mudança, alguns assuntos sempre voltam para morder o calcanhar da Marvel, e um deles é o famoso problema do estúdio com os vilões pouco marcantes. Em entrevista ao JoBlo os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFreely, responsáveis por Capitão América: Guerra Civil e o futuro e aguardado Vingadores: Guerra Infinita, conversaram sobre essa questão tão recorrente nas duas primeiras fases da Marvel.

A reclamação já está decorada: vilões que geralmente são queimados em um único filme, mal explorados, sem expressão, exceto por Loki que tornou-se um dos favoritos do público, pois na verdade o personagem de Tom Hiddleston foi um dos poucos que sobreviveu a mais de um longa. O fato dessa situação não se repetir mais vezes os roteiristas atribuem ao efeito colateral dos "filmes de origem" da Marvel.

"Eu entendo a crítica, mas os filmes do começo são todos histórias de origem, então as histórias dos vilões são similares. Quando não é mais uma história de origem, acho que você tem mais liberdade para criar alguns vilões diferentes," os dois disseram. "A questão é que a história de Capitão América: O Soldado Invernal não era sobre o personagem de Robert Redford [Alexander Pierce], e a história de O Primeiro Vingador não era sobre o Caveira Vermelha."

E eles continuam: "Em um filme de 120 minutos, é difícil conciliar as duas coisas. Mas acho que Thanos pode mudar isso. Desculpe-me por sair por uma tangente aqui, mas eu amo as séries da Marvel no Netflix porque elas nos deixam passar tanto tempo com os vilões. Nós temos 120 minutos, e Jessica Jones tem múltiplos episódios."

O argumento não está errado, mas abre margem pra gente discutir. Daí se você olhar com atenção, vai notar o motivo das histórias das séries da Marvel serem tão mais dark nas séries: o tempo. No cinema é preciso juntar muitas peças de forma criativa, fatiar o tempo, e isso realmente é difícil. Entretanto, Thanos sem dúvida pode mudar o cenário, afinal, dois filmes serão dedicados ao confronto entre o Titã Louco e os heróis da Casa das Ideias.

Já foi ao cinema conferir Capitão América: Guerra Civil? Leia a crítica do HMBR. Na ansiedade por Vingadores: Guerra Infinita? Anote: o primeiro filme chega aos cinemas em 3 de maio de 2018, e o segundo filme em 2 de maio de 2019. Por hora estão confirmadas além do vilão Thanos (Josh Brolin), as presenças da Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Thor (Chris Hemsworth)  e Senhor das Estrelas (Chris Pratt) e o onipresente Nick Fury (Samuel L. Jackson).

Quer saber mais sobre Guerra Infinita? Siga a nossa tag do filme.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.