Eae. Semana veio, semana foi, e nós continuamos aqui. Mexendo numas coisas lá e cá, mas sem enrolações, pois os assuntos da semana vão render pano pra manga então é melhor ir direto a eles:

Sobre o primeiro trailer Assassin's Creed
Gostaram do trailer? Eu não fiquei wow de besta, raramente reajo assim. Entretanto, até que parece promissor. Visual muito bonito, produção e fotografia aparentemente dedicadas. Cenas favoritas? O Salto de Fé no fim, pois Assassin's Creed e Salto de Fé é básico, o We work in the dark to serve the light: we are assassins que me arrepiou, porque eu lembrei de quando era apaixonada pela franquia... E a Maria!

A assassina interpretada pela Ariane Labed chegou com um baita cartão de visita: a sequência de luta por volta dos 01:15 do vídeo, e a bela, embora rápida cena dela e do Aguilar de Nerha no telhado fazendo aquelas "coreografias" bem Assassin's Creed. Ah, e não achei que a música do Kayne West ficou ruim, ao contrário. Tem horas que a internet parece mais uma senhora resmungona.

Assassin's Creed infelizmente chega ao Brasil só em 2017, mas como o lançamento lá fora é no dia 21 de dezembro eu já esperava por isso. Dizem que ele terá 65% de cenas no presente e 35% no passado, confirmando o medo do Waka do qual eu compartilho, mas pelo menos por enquanto a primeira impressão foi boa. Vamos sofrer um pouco de cada vez.

Nossos artigos nerds
A ideia foi tudo, menos planejada. Na real foi um golpe de sorte encontrar links legais demais para ficarem na notícia, o Waka gostou, veio junto, vocês deram um feedback legal demais e eu só agradeço! Esses artigos já eram ideia antiga e não vão morrer, lá e cá é possível que surjam outros.

O cancelamento de Agent Carter e Marvel's Most Wanted
Odeio pensar nesse assunto porque sinceramente? A Marvel Television perdeu o rumo na TV aberta e o Screen Rant fez um artigo perfeito expondo a situação, indico a leitura em 200%. Isso do vamos fazer uma série da Marvel! começou bacana, mas virou moda e agora ficou bagunçado demais, por isso vieram as vítimas:

Agent Carter tentou criar as próprias histórias, mas não investiu, por exemplo, em tramas chave: a fundação da Shield, algo mais pessoal da vida da Peggy, feito o marido citado nos filmes, até mostrar a Sharon Carter criança! Nem precisaria da Emily Vancamp, economizaria custos, e faria um ótimo link com o MCU. Muita gente só assistiu Agent Carter pelo amor à Peggy, e à Hayley Atwell e isso meio que pesou. No meu caso eu também adorava o Jarvis que foi fantástico, mas ainda assim não deu. Pena.

E nem me lembre de Marvel's Most Wanted... Pois lembra de Agents of Shield. Sim, eu adorava Agents, mas foi tanta coisa dando nos nervos que eu parei de assistir a série. Ironia: Agent Carter teve audiência baixa, porém não tão abaixo de Agents of Shield, que só conseguiu a quarta temporada porque somou 66 episódios e é uma série trabalhando no sistema de sindicação, então a regra é quase imexível: 66 episódios costuma garantir que a série chegue aos 88.

Daí para frente? Não sei. Agents ainda está rendendo dinheiro, então duvido que afundem o barco agora. Tem rumor circulando de que o Gavião Arqueiro e a Viúva Negra terão série, mas infelizmente é só rumor. Eu sei é que o respeito com o Nick Blood e a Adrianne Palicki passou longe, e nem levo fé dos dois voltarem, pois Agents of Shield está inchada de personagens e sempre teve dificuldade em lidar com isso, além de furos de continuidade.

Vocês me conhecem: fã, sim. Cega: não.

Supergirl vai continuar!
Faz tempo que eu não vejo Supergirl, mas fiquei triste quando soube que a série podia ser cancelada, pois ela é legal, só foi mal compreendida pelo público e as vezes mal conduzida pela CBS. Mas oh quem diria, vai ter segunda temporada! Talvez eu espere a primeira terminar e volto a assistir, e ironia [2] é eu andar um pouquinho mais ligada nas séries da DC (Supergirl e Legends of Tomorrow) que as da Marvel. E falando no diabo, outra que eu vou esperar terminar e encarar de novo é Legends.

O futuro do MCU
Capitão América: Guerra Civil abriu a fase 3 que vai até 2019, mas os fãs já vão conspirando sobre o depois. Geralmente eu não ponho grande fé pela minha relação de amor e ódio com o estúdio, mas agora com envolvimento mais nerd então fica 2x difícil segurar as falsas esperanças, embora outras notícias sejam bem legais, mesmo que 99,99% óbvias.

Eu sei o que eu quero e sei que não vou ter, mesmo com meus heróis favoritos -os diretores Anthony e Joe Russo- fazendo história do jeito que eu sempre quis ver. Mérito para os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely também. Eles me fizeram gostar do Capitão América! E me deram a amizade Steve x Natasha. Mas ainda assim, vou esperar sentada porque em pé cansa, e ser otária não é uma grande profissão.

Mas então... Vamos clicar?

Música

Cinema

Games

TV e Web

HQ, mangá e etc

Colecionáveis

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.