Parem tudo e respondam: quando os filmes antologia de Star Wars foram anunciados pela primeira vez há três anos, o que vocês pensaram? Algo que girasse em torno da linha do tempo e da galáxia, ajudasse a expandir a franquia, ou pelo menos preenchesse buracos ao mostrar diretamente eventos apenas citados?

Então eu e vocês entramos no mesmo barco. Muito porque era exatamente isso que Rogue One: A Star Wars Story prometia entregar quando foi inicialmente revelado.

A missão da Aliança Rebelde em encontrar os planos da primeira Estrela da Morte. Essa é a premissa do filme que chega aos cinemas em dezembro desse ano, que também foi o pontapé inicial para o Episódio IV: Uma Nova Esperança (1977). Entretanto, a missão de Rogue One acabou se mostrando ainda maior e mais ambiciosa: conectar toda franquia Star Wars. Filmes, séries de TV, livros, tudo num único pacote.

A ideia vai bem além, por exemplo, de um universo cinemático compartilhado, especialidade da Marvel, mas em apenas uma mídia - o cinema. Rogue One está prestes a pegar toda vírgula de Star Wars que existe em qualquer mídia para de alguma forma, tentar integrar. Chamem isso de universo multimídia compartilhado.

Se funcionar (e eu realmente torço por isso), a ideia pode pavimentar o caminho para um novo tipo de franquia, onde a Marvel, marca irmã de Star Wars, poderia até enfim reconhecer a existência das séries de TV. Agents of Shield que o diga. Mas vamos aguardar e novamente, torcer.

Dando nome aos bois

Novamente a revista Entertainment Weekly atacou e revelou não só novas fotos e uma capa dedicada a Rogue One, como também descrições dos personagens. Vem comigo?

Primeiramente a nova crush da pessoa que vos fala: Jyn Erso, personagem da Felicity Jones. Detida pela Aliança Rebelde, Erso ganha a chance de ser útil e quem sabe, isso falar em favor da sua sentença;

Já o Capitão Cassian Andor de Diego Luna é o oficial da inteligência Rebelde, um cara "engajado, firme, prático, e que viu mais do que a sua experiência em combate." Ele combina uma parcela equilibrada de experiência e a realidade do que é viver essa vida todos os dias, de tentar descobrir como resistir ao Império de forma efetiva e inteligente, o que obviamente não é fácil;

Um dos personagens mais interessantes é interpretado por Donnie Yen: Chirrut Imwe foi revelado não ser um jedi, mas um homem "devoto aos caminhos deles", que usou suas crenças espirituais para superar a cegueira. E isso é um máximo de saber. Chirrut (pronuncia-se chi-RUT) é o tipo de guerreiro monge que ainda acredita em tudo o que os jedis significavam;

Em seguida termos Blaze Malbus, personagem de Jiang Wen que é descrito como o leal amigo fortemente armado de Chirrut, enquanto Bodhi Rock (Riz Ahmed) é o piloto principal e "cabeça quente" do grupo.

K-2SO (com movimentos capturados de Alan Tudyk) é a antítese do C-3PO. "Kaytoo é um pouco como a personalidade do Chewbacca no corpo de um andróide." "Ele não se importa com o que os outros pensam, e não pensa totalmente antes de falar e fazer coisas. Ele apenas diz a verdade.";

Chegamos a outro ponto alto das descrições: o personagem de Mads Mikkelsen! Galen Erso, é o pai distante de Jyn, a versão Star Watts do pai das armas nucleares -J. Robert Oppenheimer- um cientista que tanto os Rebeldes quanto o Império querem usar em sua vantagem. "Ele é uma dessas pessoas que tem conhecimento em aspectos específicos de como o universo funciona. Na teoria soa promissor.

Já o Diretor Orson Krennic (Ben Mendelsohn) será o vilão primário do filme, que é conhecido como líder dos Deathtroopers que foram vistos no trailer. Suas esperanças são de derrotar os Rebeldes com seus soldados em favor do Império, tudo enquanto "evita a ira" de.. Darth Vader. Sim! "O cara mau é muito mais aterrorizante quando ele é esperto e efetivo. Há muia intriga acontecendo no Império, com gente conspirando para sabotar outras e subir nos rankings. Não existe muita lealdade aí."

E por fim Forest Whitaker, cujo discurso é um dos pontos altos do trailer de Rogue One. Seu personagem é parte do cânon de Star Wars! Mais exatamente Saw Guerrera, da série animada Star Wars: The Clone Wars, porém seu visual será diferente de como o personagem foi visto anteriormente. "Ele é uma espécie de Rebelde extremista. Ele é definitivamente contra o Império, mas ele faz coisas que moralmente entram em choque com o que Bail Organa e Mon Mothma defendem."

Bônus: James Earl Jones irá reprisar o papel como a voz de Darth Vader!

Rogue One: A Star Wars Story tem lançamento marcado para 16 de dezembro de 2016. Daí seguimos com o Episódio VIII em 15 de dezembro de 2017, o filme do Han Solo em 25 de maio de 2018, Episódio IX em 2019, e o terceiro filme antologia de Star Wars em 2020. Haja galáxia pra tanta coisa.

Via Screen Rant, Coming Soon

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.