Na última quarta-feira (6) o mundo nerd foi surpreendido com uma notícia diferente, mas positiva: Riri Williams, estudante de quinze anos do MIT vai assumir as sandálias de ferro como sucessora de Tony Stark. Foi o Alerta Atenas e cá estamos com a coluna mais legal das internetes.

Não é a primeira vez que uma mulher usa a tecnologia Stark e salva o dia, entretanto, vide a Resgate, identidade secreta da querida Pepper Potts. Mas é.. É a primeira vez que uma personagem afro-americana ganha esse destaque no universo Homem de Ferro, e merecidamente: Riri Williams foi apresentada na edição 7 de Invincible Iron Man por chamar a atenção ao construir a sua própria armadura a partir de uma armadura descartada do gênio, playboy e filantropo.

Não por acaso a série será relançada com ela como protagonista.

E, pouco depois do anúncio da HQ, veio a primeira imagem da armadura da moça, que é bem animadora:

O design é de Stefano Caselli, e traz uma figura mais magra, talvez mais alta, sem aquele ar de bodybuilding de metal. Não vemos o Reator Arc, e fica a dúvida: como a armadura é energizada? Afinal, o reator é famoso não só por ser a fonte de energia dos trajes Stark, mas é o que o mantém vivo.

Mas esse design, o quê dizer?

Eu digo: é ótimo ver uma heroína fugir desse fantasma tão chato: as armaduras femininas com seios, que mais sexualizam do que protegem as personagens. Não tem lógica, e só porque a coisa é ficção, não deveria ser desculpa pro nonsense. Plus: Riri ainda é adolescente, e essa sexualização pegaria mal para o que a Marvel quer alcançar.

Também não é de hoje que a Marvel coloca no mercado versões femininas dos seus heróis: Lady Deadpool, Lady Thor, Spider Gwen, febre de popularidade entre os fãs. Nada disso é novo. E se a Casa das Ideias vai ser acusada de mudar personagens consagrados "só para atender as gerações mais novas.."

Dá pra gente discutir isso em um item só:

1- A Marvel é famosa por versões alternativas de tudo, de uma pulga ao Deus do Trovão. Têm não-sei-quantas Terras, etc. Dá para entender a rejeição do público à mudança, mas no fundo.. Entende onde eu quero chegar? Tony Stark não morreu (até agora) pra ceder lugar para a Riri. Já outras mulheres da ficção..

No geral é um excelente chamariz para conquistar os novos públicos, e pode contar que a pessoa que vos fala vai ficar de olho na Riri. Quando? Não posso dizer, pois o relançamento da série Invincible Iron Man ainda não tem data definida.

Entretanto, nós vamos vivemos por esse mundo, de menos armaduras femininas com seios.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.