Para quem é fã da DC Comics, ou simplesmente está na pista atrás de boas coisas independente de onde vierem, este sábado (23) está cheio. Depois do ótimo trailer de Mulher Maravilha é hora de Liga da Justiça!

A Comic-Con linda de San Diego foi palco da estreia do quarteto mais famoso da DC, e foi com deveras estilo que é claro que nós vamos comentar. Primeiro, o dito cujo:


Segundo: o trailer esteticamente é meio obscuro, mas não tanto. Dá pra sentir novamente o tom mais leve, mais aventureiro, com uma pitada da seriedade (mais em termos de visual) que os fãs tanto elogiam. Segundo: os personagens.

Fisicamente falando essa Liga da Justiça é bem diversa. A Mulher Maravilha dos cinco mil anos de idade, o Batman sério de ar executivo, o Ciborgue mais casual, o Flash jovem, 100% gente da gente, e o Aquaman de longe na sua versão mais BIRRLL. Jason Momoa foi realmente uma escolha muito certa, vai fazer sucesso com as meninas.

Bruce Wayne (Ben Affleck) encarna seu lado Nick Fury/Tony Stark interior atrás de indivíduos que possam formar uma resistência capaz de lutar com um mal de "muito longe." O trailer mostra a interação confusa com o Aquaman, com direito a umas pegadas brutas do Rei dos Mares. Foi bem legal.

Já com a Mulher Maravilha (Gal Gadot) a interação tem mais química, humor irônico, afinal, os dois já se viram em Batman vs Superman. A cara dela com o Morcegão explicando se o Aquaman "iria colaborar" é impagável.

O ponto alto, entretanto, é quando Bruce encontra o Flash. Barry Allen (Ezra Miller) encarna seu Peter Parker interior com um cantinho hi-tech, e aceita sem nem pensar o convite para integrar a Liga da Justiça. Motivo? O Flash precisa de amigos. É como eu disse, gente da gente.

Se a primeira impressão é a que fica, eis a minha: gostei mais do que eu achei que iria gostar, já que eu não sabia o que esperar do trailer. O vídeo foi bem focado nas primeiras interações da Liga, que foram até.. Divertidas? Sim, divertidas.

A Warner está descobrindo um caminho para seus filmes serem menos mal humorados, mas sem virar Sessão da Tarde. Dá para ver a mudança. A única crítica, entretanto, fica para a continuidade dos filmes, que não está muito legal..

A pessoa que vos fala crê que Liga da Justiça ficaria melhor como quarto filme de uma sequência que começasse com Esquadrão Suicida, Mulher Maravilha e então Batman vs Superman, porque até então a única franquia do cinema que fez filmes fora de ordem e deu certo foi Star Wars.

Mas por enquanto, nada a reclamar.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.