Ex-diretora de Uncharted fala sobre seu novo game de Star Wars



Muito mistério e certa expectativa cercam o novo game de Star Wars produzido pela Visceral Games, afinal, a mente por trás do projeto não é outra além de Amy Henning, ex-diretora criativa da série Uncharted. E, durante o PAX West, embora não tenha sido dada nenhuma informação aberta do que o jogo será, uma leve pista já surgiu.

Ao que tudo indica será uma autêntica experiência Star Wars. "Significa que teremos os AT-ST, certo?," disse Henning. "Mas é tudo sobre novas coisas, personagens, história, novas localizações, criaturas e nova tecnologia. Todo esse material tem que se situar de forma autêntica junto ao Star Wars com o qual nós estamos tão familiarizados."

Com isso um rumor ganha força: que teremos um game original (por assim dizer) dentro do universo Star Wars, e não algo baseado em qualquer material pré-existente, um desafio corajoso, pois é uma franquia enorme que não para de crescer. O projeto vai ter ligações com outras produções? Vai dar origem a outras produções? Onde ele irá se encaixar em termos de linha do tempo? Quem viver, verá. Mas novamente, Amy Henning declarou que a jogabilidade terá semelhanças com a série Uncharted, e também diferenças chave.

"Em Uncharted ou em Indiana Jones você meio que pode ficar com Indy o tempo todo," diz Henning. "Quando vemos um filme, nós somos o observador privilegiado, certo? Nós não somos o protagonista. Sua luta é iluminada pelas coisas que podemos ver que eles não podem. Suspense e todo esse tipo de coisa. Como você faz isso em um jogo onde você deve se identificar com o protagonista e cortar as coisas que eles não sabem?"

Isso reforça a suspeita de que a Visceral pode explorar a ideia da troca entre personagens, mas novamente, Amy não confirma nada no momento. O que ela diz é que um dos atuais desafios do estúdio é encontrar uma forma de fazer cada jogador sentir como se ele fosse um verdadeiro azarão nesse universo, dando suporte a outra teoria de que o Império, ou outra grande força do tipo, será parte importante da narrativa.

E aí? Fica a pergunta. Mas é bem certo que dá para esperar boas coisas de quem apenas tornou a série Uncharted no que ela é.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.