Há quase dez anos o mundo viu o começo de uma das franquias mais encantadoras da indústria dos games: Assassin's Creed. A história de Desmond Miles e sua ligação com a Ordem dos Assassinos fez milhões de fãs (começando por quem vos fala), se desdobrou em vários jogos, deu vida a inúmeros personagens e vendeu muito, muito mesmo. Mais de 100 milhões de cópias.

"Criar um game de Assassin's Creed não é tarefa fácil," disse o produtor sênior Martin Schelling em comunicado. "Necessita criatividade e trabalho duro das muitas pessoas envolvidas nos vários estúdios da Ubisoft ao redor do mundo. Ver essa franquia entrar na lista das que alcançaram mais de 100 milhões de cópias vendidas é um testamento para as equipes que assumiram o desafio ao longo dos anos."

Etienne Alloner, diretor de marca de Assassin's Creed se mostrou não apenas muito animado com o recorde, como deixou no ar que o futuro dos assassinos e templários é bastante promissor.

"Tendo visto o que se passou no filme deste ano e em futuros jogos Assassin's Creed, nós pensamos que os fãs e novatos ficarão animados por tudo o Assassin's Creed tem para oferecer", disse ele. 

Palpites?

Em abril de 2014 a franquia Assassin's Creed já havia alcançado as 73 milhões de cópias vendidas, mesmo com as crescentes críticas aos roteiros, a polêmica das animações de personagens femininas, o assassino templário, e os infames bugs sem fim. Agora, ela entra para a seleta lista que inclui franquias como Mario, FIFA, Grand Theft Auto (GTA para os íntimos), Pokémon, Lego, Final Fantasy, e Need For  Speed.

A notícia é muito boa, e que sirva de alerta para a Ubisoft ver como a demanda pelos jogos ainda existe, apesar das vezes que deram com a cara na parede. Já não vamos ter um novo game em 2016, o que é ótimo, mas para não dizer que a Ubi não falou das flores, Identity foi lançado para dispositivos móveis, e a trilogia The Ezio Collection será lançada no dia 15 de novembro para Xbox One e PS4, com Assassin's Creed II, Assassin's Creed Brotherhood, e Assassin's Creed Revelations em "gráficos melhorados" e mais.

Isso sem falar do filme estrelado por Michael Fassbender.

Fica a torcida para que a marca dure anos, sim, mas com a qualidade que ela (e principalmente, os fãs) merece.

Sobre Bruna

Nerd preguiçosa, pseudo metalhead, cristã, metida a jornalista, mas formada em publicidade. Faz-tudo, sofre-com-tudo, nunca-dorme-direito. Expert em virar criança com Pokémon e Saint Seiya.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu recado! Mas lembre que spams, ofensas e comentários anônimos não serão aprovados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.